2010/06/22

iPhone iOS 4.0

A tão aguardada actualização do iPhone OS - agora conhecido por iOS4 - chegou finalmente, e traz com ela muitas novidades há muito desejadas pelos utilizadores.

O esperado multitasking, as pastas, iBooks, e muitas centenas de outros pequenos melhoramentos (por vezes subtis) estão agora ao dispôr dos possuidores de iPhones e iPod Touch.

Antiguidade não compensa

Embora até à data as actualizações sempre tenham suportado todos os dispositivos existentes, a evolução dita que desta vez os iPhones originais fiquem de fora, e os equipamentos mais antigos (3G e iPod Touch equivalentes) não tenham direito ao mulitasking - reservado ao 3GS, e claro, ao novo iPhone 4.

Mas isto não é tudo o que fica de fora: o iPhone 3G perde igualmente a funcionalidade de bloquear a orientação do ecrã - que é activada na nova barra do multitasking que surge quando se pressiona duas vezes o home button, e que não está disponível no 3G - fica igualmente sem o wallpaper (a única explicação que encontro é que seja para poupar mais uns preciosos Kb de memória, já que o meu velhinho 3G estava sempre esfomeado de memória - update: afinal o Steve já respondeu a um email dizendo que no 3G não se tinha o desempenho pretendido - aquilo não é simplesmente uma imagem, tem também associados efeitos de zoom, etc.), e dizem que também deixa de fora os teclados bluetooth.


As Novidades

No entanto, não desesperem... há muita coisa que ficam a ganhar.
Em todos os modelos, incluindo o 3G, passam a contar com:
  • Pastas
  • Caixa de email unificada com vista agrupada (threaded view) - que bem jeito dá para a nossa mailing list! ;)
  • Criação e edição de playlists
  • Zoom digital de 5x (basta tocar na imagem perto do botão de tirar foto)
  •  iBooks (com suporte para PDF)
  • Galeria de fotos com ordenação por albuns, eventos, caras e locais
  • Game Center (anda desaparecido, mas é de crer que surja na App Store em breve, tal como aconteceu com o iBooks.)
  • Correcção ortográfica melhorada
  • Pesquisa do Spotlight expandida (na web, wikipedia, etc.)
E no 3GS 
  • Suporte para teclados bluetooth
  • Tap to focus durante a gravação de vídeo

E muitas mais outras pequenas coisas que tornam o iPhone mais funcional e prático de utilizar, que vão desde a nova capacidade de manter as ligações WiFi mesmo quando está "suspenso" (anteriormente as ligações WiFi eram desligadas ao fim de algum tempo) - até a mariquices como finalmente o teclado virtual mostrar as teclas acentuadas em maisculas e minúsculas (anteriormente mostrava sempre as maiúsculas nas teclas.)


O processo de actualização

Mas primeiro, há que fazer o upgrade que decorre sem problemas (assumindo que não fazem parte daquela pequena percentagem a quem alguma coisa corre mal - sem contar com os problemas que muitos utilizadores se têm queixado de perder os contactos do Google; isso devido a problemas do Google, cuja sincronização total pode demorar várias horas).
Por muito que deteste o iTunes, nestas situações não há como evitar utilizá-lo: ligar o iPhone, sincronizar, e quando aparece a mensagem de que há uma nova versão do software para o iPhone... click... e esperar.

Normalmente, o que demora mais tempo é o backup - mas como já o tinha feito no dia anterior, todo o processo de actualização foi feito em menos de 30 minutos.
Quando o "novo" iPhone regressou à vida estava exactamente como o tinha deixado antes - ao ponto de os últimos algarismos escritos na calculadora ainda lá permanecerem - (com a excepção de que agora tinha wallpaper no ecrã por trás dos icons).

A primeira impressão foi de... velocidade!

O novo iOS4 está mais rápido que o anterior - o que não é novidade, já que os ultimos updates do iPhone OS 3.x estavam notoriamente mais "lentos" do que os precedentes. Mas é bom ver que tiveram atenção a esses pormenores... e mesmo que fosse só por isto, já justificaria o update de todos os iPhones, mesmo os "velhinhos" 3G.

Sinceramente, nem fui espreitar o multitasking: aquilo que experimentei imediatamente foram as pastas!


As Pastas

Há muito tempo que andava desesperado para arranjar espaço livre para instalar mais Apps. Bem sei que podia instalar um número "ilimitado" delas, mesmo que não ficassem visíveis nos 11 ecrãs disponíveis no iPhone, podendo aceder às restantes através do Spotlight, mas... eu gosto de poder ver o que lá está.

As pastas estão muito bem implementadas e são práticas de utilizar.

O grande desafio é... decidir o que meter dentro delas. Mas pronto, o que tem que ser tem muita força!

No final, não posso deixar de sentir alguma nostalgia... É que os habituais ecrãs cheios de Apps do iPhone dão agora lugar aos ecrãs "atulhados" de pastas como o que se segue.

Mas, não é nada a que não nos habituemos rapidamente... e quando for com o ecrã do iPhone 4, aquele minúsculos icons dentro das pastas irão tornar-se bem mais atractivos. ;)
Um ponto que me chateou um pouco, ao sair de uma App lançada de dentro de uma pasta, somos levados de novo para essa pasta aberta, em vez de regressarmos ao ecrã principal... Não deixa de ser um pouco estranho...


O Multitasking


O Multitasking no iPhone é agora acedido através do double-click no home button (algo que anteriormente era configurável, e que de origem chamava os vossos contactos favoritos.) Eu dava-lhe esse uso, mas em abono da verdade... faço cada vez menos chamadas telefónicas... e se usava os favoritos 3 ou 4 vezes por semana, já não era mau.

Por outro lado, este double-click para aceder às ultimas Apps irá tornar-se num acto rotineiro, permitindo saltitar entre as Apps mais recentes que tivermos executado (podem arrastar os ecrãs para a direita e esquerda - sendo que à esquerda podem aceder também aos comandos do iPod e ao bloqueio da orientação do ecrã - que só bloqueia no modo vertical???).

[controlos iPod - se estiverem noutra App musical, controlam essa App com estes comandos]

O mais habitual será que as Apps implementem o fast-app-switching, que permite que retomem o funcionamento instantâneamente, do ponto em que estavam. Pode não convencer os fãs do verdadeiro multitasking, mas... nas maior parte das vezes, é mesmo isto que se quer.

Quanto a multitasking "a sério", como já foi descrito inúmeras vezes desde a apresentação do iOS4, a Apple optou por disponibilizar vários tipos de modalidades que as Apps podem implementar de acordo com as suas necessidades:
  • Audio - permite ouvir streamings de áudio enquanto fazem outras coisas. Por exemplo a App da Pandora já permite isto, sendo controlada pelos controlos do modo iPod, a partir de qualquer lado, enquanto correm outras Apps, etc.
  • VoIP - abre as portas a que Apps como o Skype possam manter as conversações mesmo se sairem para executar outras Apps
  • Localização - Finalmente passa a ser possível implementar Apps de tracking ou tipo Google Latitude, sem nos preocuparmos se temos a App a correr ou não. De igual modo, as Apps de navegação GPS deixam de depender de estar permanentemente activas, dando instruções mesmo se saltarem para outra App.
  • Notificações Locais - para além das notificações remotas que vêm dos servidores da Apple, as Apps podem agora agendar notificações locais para que sejam executadas certas tarefas, sem que estejam dependentes de um servidor ou serviço remoto.
  • Completar tarefas - permite que uma App continue a fazer o que tiver que fazer mesmo que saiam dela, o Dropbox já implementa isto, sincronizando e fazendo upload de ficheiros mesmo se sairem a meio do processo.
  • Fast app switching - o tal modo que vos falei, que permite retomar instantâneamente uma App, exactamente do ponto em que estava.

Na maior parte dos casos, estes modos de "multitasking" irão permitir aos developers tornar as suas Apps bem mais úteis e práticas de usar; sem no entanto dar grande margem de manobra para que sejam abusadas e tenham um impacto demasiado negativo na autonomia.

Estranhamente, em modo horizontal, a barra do multitask continua a surgir na orientação vertical - o que faz parecer que alguém se tenha esquecido deste "ligeiro" pormenor (ainda para mais vindo de uma Apple que se preza por ter todos os píxeis no sítio!)



Ainda nesta barra, podem "matar" as apps em memória, da mesma forma que as eliminariam do vosso iPhone, pressionar até que fiquem a "abanar", e depois eliminam-nas.
(De qualquer forma, não será algo que os utilizadores devam ter necessidade de fazer manualmente...)


Email

O Email foi outra das áreas que sofreu uma melhoria significativa: agora temos uma inbox unificada, que mostra todos os emails de todas as vossas contas; e suporta igualmente a vista agrupada de emails com o mesmo assunto (threaded view), para além de mulitplas contas Exchange.

De início até me assustei, pois em vez do movimento de swipe to delete, agora o movimento apenas arquivava os emails - (mesmo carregando no caixote do lixo, ficava apenas arquivado.)
Mas felizmente isso é configurável nas opções de cada conta de email, basta desactivarem a opção de arquivar o email, e podem voltar a apagar realmente o que não vos interessa.


As APIs permitem também que as Apps possam agora enviar anexos por email (coisa que não era permitida até agora.)


Fotos

A câmara ganha um modo de zoom digital até 5x, e podem fazer tap-to-focus mesmo em modo vídeo.

Ao enviarem uma foto "original", surge igualmente uma opção que vos pergunta se querem reduzir o tamanho e qualidade da mesma.

Na galeria de fotos, deixa de ser necessário utilizar Apps externas para ver onde tiraram as fotos, já que passa a ser possível organizá-las por locais, ou até mesmo por pessoas (neste caso, apenas se tiverem um Mac para fazer "tag" às fotos.)



Geolocalização passa a Serviço

O serviço de geolocalização passa a agora a ser uma responsabilidade do sistema, e podem ver quais as Apps que têm utilizado esta funcionalidade (e que vos pediram permissão) - e revogar essa permissão a qualquer momento. Sempre que uma delas estiver activa, tal será indicado na barra de estado.
As Apps têm também a possibilidade de pedir apenas uma localização aproximada, por triangulação da rede celular, que permite manter Apps de tracking em funcionamento sem que gastem demasiada bateria com um modo GPS verdadeiro.


Outras Novidades

Para os fãs da escrita, podem agora utilizar um teclado bluetooth com o iPhone 3GS (ou no quase a chegar iPhone 4.) Podem activar um contador de caracteres nos SMS, que é inteligente o suficiente para saber que, caso usem caracteres acentuados só podem enviar 70 letras em cada SMS; o corrector ortográfico melhorado que em vez de vos atrasar - corrigindo as palavras que ele acha incorrectas - apenas vos indica isso sublinhando-as a vermelho para que as possam corrigir com um simples toque; a adição do modo "substituição" ao "copy-paste"; sincronização wireless dos vosso apontamentos; sincronização dos bookmarks e páginas no iBooks; possibilidade de desligar o tráfego de dados via rede celular, para evitar surpresas desagradáveis quando estão no limite dos vossos planos de dados; muitas opções vocacionadas para empresas (maior segurança com SSL VPN, instalação de Apps em larga escala, etc.) e muito muito mais.


Bugs

Como não podia deixar de ser, começam também a surgir relatos de inúmeros bugs. (Eu dei logo de caras com um, quando em modo "airplane" tentei fazer uma chamada e me surgiu a pergunta se desejava desligar o modo airplane para a fazer... eu disse que sim, mas o modo airplane manteve-se activo até que eu o fosse desligar manualmente.)
Sem dúvida que o iOS4 precisará de algumas semanas para estabilizar, e que seja lançado um iOS4.1 mais refinado - mas por agora, é disfrutar de todas as novas funcionalidades, e esperar que as Apps comecem igualmente a tirar real proveito de tudo isto.


Por resolver fica ainda um dos maiores "cancros" do iPhone: a gestão e apresentação das notificações!
Com a Apple a ter ido buscar o responsável por esse departamento no WebOS... esperemos que não demore mais um ano até que o faça em condições!

... Entretanto... estamos já no countdown para a chegada do iPhone 4... que vai fazer este iOS4 "voar" ainda mais rápido!

P.S. no Phone 3G e iPod Touch 2nd Gen já podem fazer o jailbreak. :)
P.S.2 -  E jailbreak do iOS4 no 3GS também!

[imagens via tipb e ars]

23 comentários:

  1. Porreiro, cada vez estou mais ansioso que chegue o iPhone 4 :o))

    Ja agora, como esta isso a nivel de bateria?
    Tenho ouvido dizer que o 3G e 3GS estao bastante mais rapidos...mas nao sera efeito placebo?

    Notas algum arrasto quando comecas a usar varias apps em simultaneo?

    Hugz,
    Luis

    ResponderEliminar
  2. Bateria ainda não deu para avaliar, mas a velocidade não é "placebo", nota-se mesmo. :)
    (Eu sempre fui crítico de quando o OS 3.x ficou mais lento...)

    ResponderEliminar
  3. Comigo não sei porque mas mesmo tendo acabado de fazer um backup e só depois e que fui fazer o update mas voltou a pedir para fazer backup e demorou imenso tempo. E realmente não novo nenhuma melhoria de velocidade ate pelo contrário. Hoje vou voltar a fazer o restauro para ver se isto vai ao sítio.
    Ah o meu e um iPhone 3G

    ResponderEliminar
  4. @Acolito

    No meu 3GS notou-se a velocidade extra, e há relatos que tal acontece igualmente no 3G.

    No entanto, ontem só tive tempo para fazer update ao meu 3GS, hoje irei fazer ao 3G e amanhã já te digo que tal correu.

    ResponderEliminar
  5. Estou mesmo curioso de saber como fica...nao te esquecas do tipico post para dizer como correu heheh :o)

    E dificil acreditar que a velocidade melhorou com novas features! (pelo menos a bateria teve de levar no pelo)!

    ResponderEliminar
  6. @Carlos

    É que ate abrir/fechar aplicações está mais lento. Eu devo mesmo ter feito algo mal...
    Quanto a bateria na minha opinião continua a mesma coisa(bah +/-), mas isso vai da utilização que se dá, pois a minha só dura um dia(ou menos).

    ResponderEliminar
  7. “…e os equipamentos mais antigos (3G e iPod Touch equivalentes) não tenham direito ao mulitasking…”
    Tenho um iPhone 3G, o ano passado quando saiu o iPhone OS 3.0 deixei de fazer jailbreak. Ontem quando actualizei para iOS4 fiquei fudid… ao reparar que nem o wallpaper dava para alterar.
    Resultado, recorrer novamente ao jailbreak. Agora está com mulitasking e permite alterar o wallpaper.
    Mais lento? Não me parece. Chupa a bateria? Possivelmente, preciso mais uns dias para confirmar.

    ResponderEliminar
  8. Boa tarde,

    reparei na questão do contador de caracteres. Há forma de desactivar o envio de caracteres especiais de forma a que as mensagens não sejam cobradas só por 70 caracteres?

    ResponderEliminar
  9. @Nídio Amado é uma questão também tenho a mesma duvida se alguém souber como saber ia ajudar.

    ResponderEliminar
  10. @Nídio e @Acolito
    Basta simplesmente não utilizar caracteres acentuados. Desde que não tenhas nenhum na mensagem ele mostra-te o contador dos 160chars.

    ResponderEliminar
  11. Obrigado Carlos é mesmo isso, foi agora experimentar e confirmo.

    ResponderEliminar
  12. ah iOS4 novamente "updatado" e desta vez sem qualquer problema e já com o JB+Wallpaper+Multitasking tudo a funcionar.
    Agora só falta ver como fica a bateria, mas também com a utilização que dou não vou achar estranho durar pouco =P

    ResponderEliminar
  13. Bom artigo, explica bem as novas funcionalidades.

    ResponderEliminar
  14. Boas. Parabéns pela análise.
    Carlos consegues explicar-me em que local das configurações do Gmail devo mexer para me permitir apagar novamente mail's no Iphone??

    No meu 3G acho que está mais lento e pesado. O SBSetting's mostra-me que ficam sempre muitas aplicações abertas. Se não estou em erro isto vai derreter bateria...

    ResponderEliminar
  15. Já actualizei o post para incluir uma imagem, e até optei por escrever um novo post só sobre isso - pois imagino que mais gente vá precisar de saber como fazer isso! :)

    Quanto às Apps abertas, não te preocupes, pois a maioria está em estado suspenso, não gastando bateria. Apenas as "oficiais" continuarão a ser verdadeiramente multitask, assim como as que implementarem as novas funcionalidade (mas que mesmo assim são "eficientes" e não deverão afectar "muito" a bateria.

    As vantagens das apps em memória tornar-se-á mais evidente à medida que forem sendo actualizadas e o pessoal vir o "fast app switching" em acção, como poderás ver ao saltar do email para o browser, e de volta. :)

    ResponderEliminar
  16. Uma boa análise meu caro Carlos.
    Fica desde já o pedido para fazeres uma comparação entre este novo IOS4 e o HTC Desire a correr o droido 2.1, assim que ele chegar.
    Tenho curiosidade nessa comparação do ponto de vista de um utilizador de iphone com experiência.

    ResponderEliminar
  17. Viva,

    o Carlos indicou que "basta simplesmente não utilizar caracteres acentuados" mas como sabemos o iPhone automaticamente corrige as palavras. Há forma de desactivar isso?

    ResponderEliminar
  18. Nas opções do teclado podes desactivar a auto-correcção.

    ResponderEliminar
  19. Pois, mas desactiva noutras aplicações que são importantes como o Twitter e Email...

    ResponderEliminar
  20. muito bom post parabens...

    ResponderEliminar
  21. Boas tinha instalado o ndrive e quando fiz a actualizacao ios 4 fiquei sem o ndrive ja fiz varias buscas na app store e nao encontro nada.Alguem me sabe dizer o que aconteceu e se volta a haver ndrive nesta nova actualizacao?

    ResponderEliminar
  22. O Ndrive já foi motivo de post aqui.

    Parece estar complicado voltar a tê-lo na App Store. :(

    ResponderEliminar

[pub]