2011/12/22

Modelo 3 - Poupa com um IRS Simplificado


Com um novo ano prestes a começar, começam também as preocupações em muitos portugueses relativas ao IRS. Os impostos são algo necessário para o bom funcionamento de um estado - mesmo quando temos que suportar o pagamento dos abusos cometidos - mas não se deve com isso pensar que se deva pagar mais do que o estritamente necessário. E é aí que entra este Modelo3.


Para além de apresentar um serviço de preenchimento do IRS bastante mais simplificado que o que nos é apresentado no site das Finanças, este Modelo3 tem a vantagem adicional de nos alertar para todas as possíveis deduções que nos permitam ir buscar alguns dos preciosos euros que a todos fazem falta.



Sendo um serviço online, o Modelo3 está disponível em todos os computadores e dispositivos com browsers modernos, e evitando assim instalações ou chatices com programas específicos para Windows, Mac, Linux, etc.

O único inconveniente é que se trata de um serviço pago - afinal, também os programadores têm que pagar os seus impostos - mas como prenda de Natal, o Modelo3 oferece aos leitores do Aberto até de Madrugada um desconto de 25% sobre o preço anual de 24€.

Para isso têm apenas que usar o código de desconto: AM2011, válido para os 10 20 primeiros utilizadores.
(Actualização: os 10 primeiros voaram com tal rapidez, que a Modelo3 disponibilizou mais 10! Se tinham tentado e não foram a tempo, tentem novamente! :)


Considerando as vantagens do serviço, que para além de se pagar a ele próprio com as suas sugestões, podem utilizar não só para vocês mas também para todos os vossos familiares e amigos... por um preço mensal (2€) inferior ao que muitos gastam em café por dia, não me parece exagerado.

8 comentários:

  1. Alguem já utilizou ou conhece? Gostava de saber se vale a pena.

    ResponderEliminar
  2. Eu utilizei o ano passado para preencher o meu IRS e dos meus pais e recomendo! ;) Facilita em muito a trapalhada que é a aplicação das finanças... LOL

    ResponderEliminar
  3. Falando por mim, tudo o que pode ajudar a simplificar as "confusões" do IRS, é sempre bem vindo.

    O serviço já tem algum tempo, e até ao momento ainda não vi ninguém insatisfeito.

    Mas, espero que algumas das pessoas que aproveitaram esta oportunidade possam depois deixar aqui o seu feedback.

    ResponderEliminar
  4. Obrigado!
    Penso que seria positivo falarem das experiencias pessoais de cada um. Talvez a mailing list seja o local mais indicado.
    Este ano preencho o IRS pela primeira vez, portanto ainda nao conheco o monstro da app das finanças...

    ResponderEliminar
  5. 24€, continua caro se fosse 12€ ainda apostava.

    ResponderEliminar
  6. O serviço até pode ser excelente e de confiança, mas custa-me ceder os meus dados sensiveis, confidenciais e pessoais a terceiros. Já basta eles estarem a "flutuar" nos sites das finanças e seg-social.

    ResponderEliminar
  7. Olá Anónimo :-) Compreendo perfeitamente a sua opinião. Quando pensámos na segurança do serviço explorámos diversas opções: utilização de keychain por utilizador, masterkey de cifragem do nosso lado, etc. Sendo honesto nenhuma nos satisfez.

    Temos de garantir segurança noutros níveis caso contrário ter uma chave mestra ou por utilizador é inútil.

    Como sempre, a solução mais simples é a mais eficaz. E a solução a que chegámos irá ser disponibilizada em pleno durante a próxima semana, mas irá-lhe dar, infelizmente, um pouco mais de trabalho: poderá importar e exportar a sua declaração livremente.

    Em parte estas funcionalidades já existem: a exportação sempre existiu para permitir que os contribuintes entreguem a declaração eles próprios através do Portal das Finanças e a importação estava implementada para alguma informação básica. Estamos agora a terminar o suporte para outros tipos de anexos (B para trabalhadores independentes, anexo H para importar as deduções e expandir o anexo A para importar rendimentos de pensões).

    Posto isto, se pretender uma maior confidencialidade dos seus dados para além das garantias que oferecemos poderá: 1) importar uma declaração, 2) introduzir novos rendimentos e deduções através do Modelo3, 3) descarregar o ficheiro para o seu sistema e, último passo, remover a declaração da nossa base de dados.

    Não é, de todo, a solução mais amigável mas é a única que nos permite prestar-lhe o melhor serviço durante o preenchimento da declaração, com as nossas optimizações e recomendações e que lhe permite ter o maior controlo possível da sua informação e o seu tempo de vida no nosso sistema.

    ResponderEliminar
  8. Nando, não achamos caro para o tipo de serviço que oferecemos. Na realidade ainda hoje nos foi dito que um pior tipo de serviço é prestado por um profissional e cobra 2000€/ano :-)

    Também pensámos em oferecer o serviço para o utilizador final e obter rendimento por outras vias, mas já conhece certamente o ditado: "se não paga por um serviço você é o produto". Pense no assunto quando subscrever um serviço gratuitamente :-)

    ResponderEliminar

[pub]