2012/01/05

Logitech Cube - Um Rato Diferente e Transportável


Os ratos são um periférico que há muito se tornou no "melhor amigo" de quem utiliza diariamente os computadores. E ao longo do tempo foram evoluindo dos nada ergonómicos formatos geométricos para formas mais orgâncias e esculpidas que os tornam mais confortáveis de usar. No entanto, essas mesmas formas acabam por ser contraproducentes quando chega o momento de atirar o rato para dentro de uma mala para o transportamos para qualquer lado... já que o seu formato ergonómico o torna num objecto que não encaixa em lado nenhum.

Este Logitech Cube oferece a solução para quem precisa de um rato cuja missão seja passar a maior parte do tempo a passear de um lado para o outro, servindo também de apontador para apresentações.

Para o utilizar como apontador basta pegar nele para que o modo apontador fique activo. Ao clicar no topo do Cube, permite avançar os slides e caso seja necessário voltar atrás, basta colocar o dispositivo em cima da mão, alterando para o modo de rato e clicar novamente para trás.

Como é costume nos equipamentos da marca, o Logitech Cube vem equipado com um pequeno receptor Logitech Unifying permitindo conectar até seis dispositivos compatíveis, como um teclado ou um teclado numérico sem ser necessários ocupar mais portas USB.

O Logitech Cube estará disponível apenas da loja online da Logitech, e tem um P.V.P. de € 69,99.

3 comentários:

  1. Nunca trocaria a ergonomia pela facilidade de o arrumar por ter o formato de um tijolo.
    A tecnologia de se transformar em apontador pode ser usada, seja qual for o formato

    ResponderEliminar
  2. Rúben Mendes5/1/12 14:51

    Temos que perceber que este tipo de modelo foi feito para pessoas que passam o seu dia a ir de um lado para o outro! Acho que este modelo vai ser popular entre professores, conferencistas, etc :)

    ResponderEliminar
  3. Algo me continua a escapar na vantagem, porque excepto o facto de se tornar um ponteiro, não lhe encontro outras.
    Tenho aqui ratos para acompanhar o portátil que são menos volumosos e mais ergonómicos.
    Porque é que o formato "tijolo" é mais facilmente arrumável que o formato comum, se o volume acaba por ser maior?

    ResponderEliminar

[pub]