2012/02/01

Petição Anti-ACTA


Depois da SOPA ter sido descarrilada, e por cá fazemos os possíveis por desferir um golpe fatal na idiótica PL118, a luta contra a ACTA continua.

Para isso, caso ainda não o tenham feito, assinem a petição anti-ACTA que conta já com mais de 1.3 milhões de assinaturas, e cuja forte adesão já fez com que o seu líder defensor parlamentar já se tenha demitido.

Novamente, sob uma aparentemente inofensiva medida que visa combater as falsificações (e com a qual todos nós concordaríamos, em princípio) escondem-se tentativas de conseguir um poder totalitário sobre a internet... e além dela.

Para além de ser um tratado que obviamente olha principalmente para os interesses dos EUA, ignorando o resto do mundo (esquecendo-se que é esse "resto do mundo" que tanto contribui para a sua economia), esta ACTA pode permitir - no limite - que uma pessoa seja perseguida e acusada por partilhar um artigo de jornal com os seus amigos; ou enviar um vídeo do seu aniversário para a Internet e onde por acaso se estivesse a tocar uma música "copyrighted". Mas, este ACTA vai mais além, ao possibilitar a proibição de medicamentos genéricos, e outras coisas sujeitas às sempre omnipotentes patentes americanas..


É inevitável que se tivesse que chegar a um ponto em que produtores, criadores, corporações, empresas - todos - parem e pensem por um momento naquilo que se faz, e se será esse o caminho mais apropriado em direcção a um futuro justo para todos... E motivado pela ganância cada vez mais desesperada de algumas destas entidades, parece-me que esse dia está mais perto do que se poderia pensar.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]