2012/02/21

PowerVR 6 promete 100x Mais Potência (iPad 3?)


A chegada do iPad 3 com a sua resolução de 2048x1536 tem levantado muitas questões quanto à sua praticabilidade do seu ecrã e ao CPU/GPU que será necessário para poder suportar tantos milhões de pixeis extra. Afinal, passamos de 786 mil pixeis dos ecrãs dos anteriores iPads para mais de 3 milhões!

E para além da simples necessidade de fazer mexer todos esses pixeis de forma fluida nos menus e nas Apps ditas "2D", surge a questão de como será possível suportar jogos 3D como os que têm saído para a plataforma iOS nesta resolução que supera o que existe na maioria dos monitores desktop.

A resposta poderá esta numa nossa velha conhecida que tem agora feito o seu regresso e a sua "vingança": as PowerVR!

Tendo perdido a batalha nos desktop perante soluções de força bruta que tem servido de base às arquitecturas que até hoje perduram, as PowerVR apostavam numa arquitectura bem mais eficiente (mas na altura, mais difícil de programar), necessitando de muito menos memória e sendo facilmente escaláveis adicionando-se multiplos "cores" graças ao seu tile-based rendering.

E agora, ouve-se dizer que as novas PowerVR Series 6 podem oferecer até 100x melhor desempenho que a actual geração, e que oferecerão capacidades equivalentes aos modernos GPUs desktop actuais daqui por três anos.

O que é certo é que o iPad 2 utiliza uma PowerVR SGX543MP2 multicore capaz de fazer 67 MPolygon/s

e ter 2 GPixel/s de fill rate.
Com umas contas rápidas, vemos que esse fillrate é capaz de permitir quase 30fps no ecrã dos iPad 1 e 2; mas seria manifestamente insuficiente para o novo ecrã do iPad 3, que precisaria de algo mais próximo dos 9GPixel/s.

Portanto... a pergunta agora é: será que a Apple optou simplesmente por dar uso à facilidade modular de adicionar mais "cores" ao seu GPU para permitir a resolução acrescida... ou será o primeiro fabricante que nos irá mostrar as capacidades da nova série da PowerVR?

Segundo informações da PowerVR, dizem que teremos equipamentos no mercado com a nova serie 6 nos próximos 3 meses... vamos lá ver o que daí resulta.


Seja como for, é preciso não esquecer que estamos perante a iminente possibilidade de passarmos a ter nos tablets gráficos de resolução superiores à que temos actualmente nos nosso monitores desktop e televisores! E se pararmos para pensar nisso por um momento... é mesmo de ficar de queixo caído!

1 comentário:

  1. "...estamos perante a iminente possibilidade de passarmos a ter nos tablets gráficos de resolução superiores à que temos actualmente nos nosso monitores desktop e televisores..."

    Realmente, é impressionante se pensarmos nessa comparação. Pergunto se será mais fácil colocar essa resolução num ecrã pequeno como o do ipad (vs colocar num 27'', 32'', etc), se será mais difícil ou se não fará diferença nenhuma?

    ResponderEliminar

[pub]