2013/01/02

Ubuntu para Smartphones


Estava prometida uma novidade do Ubuntu para hoje... e cá está ela: o Ubuntu chega oficialmente aos smartphones, e marca a sua entrada (a sério) no panorama mobile.

E... o Ubuntu para Smartphones parece ter aprendido com todos os sistemas operativos mobile já presentes no mercado, e levar as coisas ainda mais além, oferecendo algumas novidades bastante interessantes. Por exemplo, à semelhança do Windows Phone, há preocupação de se dedicar a área total do ecrã para os conteúdos, sem barras de estado ou menus desnecessárias (será preciso relembrar os soft buttons do Android, que estão sempre lá presentes mesmo quando não fazem falta nenhuma?)... Igualmente inspirado no Windows Phone, mas implementado de melhor forma, estão funções diferenciadas activadas a partir de cada margem do ecrã: por exemplo, na esquerda temos acesso imediato às nossas Apps favoritas, em baixo temos acesso a activar/esconder a barra de estado, e em cima temos acesso às notificações e também às definições do equipamento. Simples, prático, e eficaz.

Também as web apps passam a ser tratadas com maior "respeito", podendo ter notificações idênticas às das Apps nativas; e... embora não saiba se irá ter sucesso ou não, a interacção por voz passa a ser parte integrante da plataforma e para todas as Apps.

Espreitem o vídeo que se segue para verem como tudo se mexe... E agora só nos resta esperar para ver se ainda há espaço para mais uma plataforma mobile no já apertado e concorrido panorama actual.

Que vos parece?

11 comentários:

  1. Parece que falta um pormenor importante... O de não haver java ao contrário do android.

    ResponderEliminar
  2. Recebi a notícia com pouco entusiasmo mas o vídeo convenceu-me gostei mesmo.

    ResponderEliminar
  3. Ainda não vi o video todo, mas eu defendo este conceito de um S.O. apenas para todos os dispositivos há imenso tempo.
    Grande passo .

    ResponderEliminar
  4. Parece-me interessante.

    Se usar Qt\Qml como parece, é muito fixe para criar app's e widgets.

    Pode aprender com alguns erros dos outros SO's e se der para instalar em Smarfones mais baratos como o meu Smart II ainda poder ser que meta lá!

    ResponderEliminar
  5. Parecem excelentes notícias e pelo video tem muito bom aspecto, mas parece-me que infelizmente não se irá massificar tendo em conta a concorrência Android e iOS.

    ResponderEliminar
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  7. Parece interessante mas absolutamente sem futuro. Qual o ponto em apresentar isto agora se não tem parceiros para anunciar??? Nada de OEMs com smartphones anunciados, nada de operadores a apoiar a Canonical.
    Tem ideias de UI bastante interessantes mas anunciar algo para 2014 não faz sentido algum. Vai ter o mesmo destino que a Ubuntu TV e o Ubuntu para Android - conceitos interessantes e promissores mas produtos com eles são zero. :(

    Mesmo sem contar Android e vendo a competição somente em SO's mobile com base em Linux o Ubuntu não tem hipóteses: tendo em conta que a Samsung já está comprometida com o Tizen juntamente com a Intel, que o Jolla tem operadores como parceiros e que o Firefox OS tem o apoio da Vodafone entre outros operadores, este é um OS sem futuro se não tem parceiros anunciados.

    Quanto ás ideias de UI, são promissoras mas podem ser fácilmente replicadas em Android. Por exemplo, o swipe do lado esquerdo para um barra de apps frequentemente usadas é extremamente semelhante ao Multi-Window da Samsung.

    ResponderEliminar
  8. O user interface deste ubuntu mobile é tal e qual como eu gosto, simples, minimalista e com todas as informações acessíveis.Adorei a forma como a equipe desenhou as notificações, faz mais sentido dessa forma, basta passar o dedo na barra e selecionar as definições do item que queremos.
    Relativamente á pergunta lançada. para mim existe espaço para mais sistemas operativos principalmente porque tanto o iOS e o android tem lacunas incrivéis.
    O iOS é demasiado fechado e sinto a falta de muitas das funcionalidades presentes no android e o visual também está a precisar de uma reformulação total, no entanto, o android tem na sua principal vantagem o seu principal defeito, isto é, a liberdade é bem vinda mas tem de ter controlo e questiono-me se a google já não terá perdido esse controlo.
    Aspectos como a fragmentação, actualizações, segurança, rigor gráfico no sistema e aplicações é algo que já deveria de estar resolvido há muito tempo.

    No meio de isto tudo, temos o windows phone que começou a dar os passos certos, mas teve um volte face, que foi o facto das aplicações do anterior sistema não funcionar no novo e não ter havido atualização do sistema operativo aos aparelhos mais antigos.
    O WP tinha tudo para ser um sucesso imediato, mas claudicou e agora está numa corrida contra o tempo para tentar cativar o grande publico, no entanto, não me parece que isso venha a acontecer.

    Há espaços para outros se fizerem o seu trabalho bem feito.
    Espero que este ubuntu seja um sucesso para abanar um pouco o mercado que me parece um tanto ou quanto estagnado em ideias novas (ios e android).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, o problema da Canonical é que existem outras alternativas com mais suporte de operadores e OEMs. Blackberry, Tizen, Firefox OS, Jolla...

      Eliminar
  9. Isto vai correr as aplicacoes do ubuntu e vice versa????

    ResponderEliminar

[pub]