2013/10/03

Controlador da Logitech para iPhone


Parece já ter surgido na internet as primeiras imagens do controlador Logitech que transformará um iPhone numa consola de jogos portátil com comandos físicos. Esta será apenas a primeira de muitas, agora que a Apple adicionou o suporte para controladores no iOS7 (anteriormente tínhamos alguns casos, mas sempre de interesse limitado por cada jogo ter que suportar especificamente cada controlador).

Com estes controladores, o iOS torna-se numa plataforma ainda mais apetecível para jogos, servindo de resposta a todos os que não o consideravam uma verdadeira máquina de jogos por não ter os botões físicos. Algo que não deixa de ser curioso, uma vez que o recém anunciado Steam Controller da Valve dispensa os botões direccionais e thumbsticks, optando por touchpads (embora conte com um sistema de feedback físico avançado que dizem ser capaz de transmitir todo o tipo de "sensações").

Vários jogos para iOS já começaram a anunciar o seu suporte para estes novos controladores. Agora é só esperar que cheguem ao mercado e que... tenham um preço convidativo.

6 comentários:

  1. Já tinha sido anunciado um controlador de jogos para iPhone e iPad, assim um bocado "desasado".
    http://toucharcade.com/2013/09/19/the-gamecase-is-officially-the-first-ios-7-controller-to-be-unveiled/

    Este da Logitech, parece-me que para iPhone 5 e 5s, parece jeitoso. Mas só quando a Nintendo fizer um é que a coisa fica fixe (tinha a sua graça).

    É em pouco estranho só agora, com o IOS 7, aparecerem APIs para controladores externos. No Android a coisa vai ficar mais complicada por causa das muitas diferenças de dimensões dos equipamentos.

    ResponderEliminar
  2. Anda dizem que os smartphones são um perigo para as consolas portáteis e ou caseiras, em certos jogos nada substitui botões físicos, isto para alem de que jogar "lixo", não obrigado...!

    Não quero com isto dizer que efectivamente o mercado dos smartphones não está a beliscar o mercado dos videojogos já que se dantes os aparelhos desejados das crianças eram as consolas, neste momento é os tablet e smartphones...!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    2. Qual é a diferença que vês entre a imagem do post (smartphone + dock/controlador) e uma consola de jogos portátil ?
      Não é um perigo para as consolas portáteis ?

      Quando referi que a Nintendo ainda acabava por fazer controladores para o iPhone estava nessa linha - se as consolas não rendem, façam-se controladores para smartphones :)

      Eliminar
    3. Não me parece que a nintendo tenha problemas em vender o seu hardware portátil e respectivo software, DS "Best Selling", 3DS com 2 anos e meio de mercado e já quase 35 milhões de consola svendidas!

      Mais depressa vejo a Sony abandonar o mercado portátil.

      Outro ponto que tenho apontar é que nos comentários destas noticias só a nintendo é que tem que mudar, o resto (Sony e Microsoft) é só rosas, o que não é o caso!

      Quanto à questão da "diferença" a resposta é bastante simples, falta de software de qualidade. ;-)

      Eliminar
    4. PS,; Com isto não quero contrariar o facto de que o mercado de consolas na próxima geração vai contrair e como já o disse, o mercado está em mutação a uma velocidade considerável, atenuando a fronteira entre as consolas e os aparelhos electrónicos de entretenimento e comunicações...! ;-)

      Acredito que o futuro está apenas no uso de um aparelho portátil "multi uso" fora de casa e uma TV na nossa sala que servirá para tudo o que possam imaginar e com poder de processamento para videojogos com adição da já incluída câmara, microfone, etc que muitos dos aparelhos de top de agora incluem, com a adição de comandos para todos os gostos, inclusive suporte/uso de tablets como segundo ecrã.

      Eliminar

[pub]