2013/11/20

Qual o melhor disco para a PS4?


A Sony PS4 está quase a chegar ao nosso país, e como tal há que começar a fazer os preparativos adequados. Um deles será sem dúvida considerar o upgrade do disco rígido que vem de origem. Mas entre discos rígidos convencionais, SSDs e discos híbridos... qual será a melhor opção?

A PS4 vem equipada com um disco de 500GB, que nesta época de jogos a ocupar várias dezenas de gigabytes (aliado ao facto de só 400GB estarem disponíveis para o utilizador), não dá uma margem muito grande para manobrar. Felizmente a Sony não coloca objecções à troca de disco pelos utilizadores, pelo que qualquer pessoa poderá trocá-lo por outro disco de 2.5" (desde que seja maior que 160GB e espessura inferior a 9.5mm). Mas se o objectivo é trocar, então teremos obrigatoriamente que o fazer por algo maior e melhor.


Para os fãs da velocidade que não querem desperdiçar nem um segundo para jogarem os seus jogos favoritos, a primeira opção será inevitavelmente um SSD.


Usando um SSD, o tempo de boot é reduzido em 6 segundos; o carregamento de jogos em disco também sofre redução idêntica, e no caso de jogos mais pesados instalados em disco (como Killzone), as diferenças tornam-se mais significativas, chegando a uma poupança de 21 segundos face ao disco de origem!
  • Boot (SSD poupa ~6 seg)
  • Arrancar jogo em disco (Knack). (SSD poupa ~5 seg)
  • Jogo downloaded (Killzone). (SSD poupa  ~21 seg)
  • Jogo downloaded (Resogun). (fracções de segundo)

Mas... os SSDs são caros, um modelo de 256GB limitará ainda mais a quantidade de jogos que poderemos ter em disco (e se quiserem optar pelas versões digitais de download será aconselhável ter espaço para as manter no disco) e um disco SSD de 480-500GB começa a entrar em preços proibitivos (mais de 300€!)


Felizmente, temos outra opção... e que é bem mais económica. Em vez de usarmos um SSD, usamos a segunda melhor coisa que existe: um disco híbrido.


Um disco híbrido consiste num disco rígido tradicional que também tem alguns gigabytes de Flash para acelerar o acesso aos dados mais frequentemente utilizados. Isto permite ter um disco de grande capacidade, associado a um "SSD" mais pequeno, e com um preço bastante mais atractivo. E se estão preocupados que a coisa não resultes... eis os resultados práticos:
  • Boot  (Híbrido poupa ~5 seg, SSD poupa  ~6 seg)
  • Arrancar jogo em disco (Knack). (Híbrido poupa ~5 seg, SSD poupa  ~5 seg)
  • Jogo downloaded (Killzone). (Híbrido poupa ~18 seg, SSD poupa ~21 seg)
  • Jogo downloaded (Resogun). (fracções de segundo)


Ou seja... as diferenças são extremamente reduzidas face a um SSD... o que ajuda a simplificar ainda mais a escolha, que já estaria praticamente feita quando se considera que podemos arranjar um disco híbrido como este Seagate SSHD de 1TB por menos de 100€!




Sem dúvida que 100€ ainda é um valor avultado... mas considerando que é um preço inferior ao de dois jogos, e que vos vai proporcionar poupanças de tempo consideráveis ao longo dos próximos anos, de todas as vezes que jogarem, e que logo à partida vos dá o dobro do espaço para jogos... parece-me ser uma proposta irrecusável. Tão irrecusável que já tenho um aqui comigo à espera que a PS4 chegue!

Quanto ao processo de trocar o disco, é bastante simples, e a própria explica como trocar o disco da PS4 e fazer a reinstalação do sistema.

1 comentário:

[pub]