2013/11/20

Drones voadores aceleram a captação de imagens aéreas para os mapas


Os drones voadores poderão estar associados a cenários de invasão de privacidade ou de ataques militares, mas na verdade são ferramentas que possibilitam também fazerem-se coisas que até ao momento seriam muito mais difíceis. Se actualmente nos maravilhamos com imagens aéreas nos mapas com elevada qualidade, os drones voadores permitem levar isso ao limite, como nos mostra a equipa do MapBox.

Usando um único drone voador comandado por um computador, foi possível recolher imagens aéreas de uma área de 100 acres com resolução de 4cm por pixel... em menos de uma hora. Depois, rapidamente se podem colocar as imagens no OpenStreetMaps e traçar as estradas, edifícios e demais elementos de interesse. Com este tipo de tecnologia a ficar cada vez mais acessível, antevê-se que não falte muito para que existam sistemas de mapeamento "prontos a usar" em que bastará carregar num botão para que um drone faça a cobertura de uma área pré-definida e automaticamente disponibilize as imagens aéreas actualizadas na internet.

Em vez de se ter que esperar meses (ou anos) por imagens aéreas actualizadas, este tipo de sistema poderá tornar possível que as imagens dos mapas estejam a ser actualizadas quase de forma contínua (um pequeno grupo poderia facilmente cobrir áreas imensas numa questão de horas).

... Claro que depois surgem também as questões legais e de privacidade... já estou a imaginar que haverá pessoas que não gostarão da ideia de ter um "drone espião" a voar sobre as suas cabeças, ou de alguns sectores considerarem isto como uma ameaça potencial ao permitir que os "terroristas" possam fazer reconhecimento aéreo de um alvo de forma fácil e rápida...

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]