2018/05/10

Notepad do Windows já reconhece "fins de linha" Linux


Após mais de 30 anos, o Notepad do Windows tem finalmente a capacidade de apresentar correctamente ficheiros de texto criados em Linux.

O Notepad do Windows é um editor de texto básico que tem estado presente em todas as versões do Windows desde a sua origem em 1985 (na verdade as suas origens remontam a 1983, quando ainda era um editor de texto para MS-DOS) e que desde essa altura tinha uma particularidade por vezes irritante: só reconhecia a combinação de "fim de linha" do Windows; fazendo com que documentos criados em sistemas Linux, Unix ou macOS, fossem apresentados sem qualquer quebra nas linhas, numa longa confusão.


Documento de texto apresentado no Notepad - antes e depois



As origens deste sintoma são curiosas, e remontam aos tempos das velhas máquinas de escrever eléctricas. Para sinalizar uma mudança de linha, o Windows esperava encontrar nos documentos os caracteres especiais (não visíveis) de Carriage Return (CR) e Line Feed (LF) - símbolos que sinalizam que a cabeça de impressão deveria regressar ao início da linha, e avançar para a linha seguinte respectivamente.

Mas em sistemas Linux/Unix essa mudança de linha nos documentos é marcada apenas com um único LF, e no macOS é usado apenas um CR - sendo que em ambos os casos, isso não era interpretado como sendo uma mudança de linha no Notepad, que apenas detectaria a combinação CRLF.


Quem, por qualquer motivo, necessitar que o Notepad mantenha o seu comportamento antigo, poderá fazê-lo através de algumas chaves no registry, na secção: [HKEY_CURRENT_USER\Software\Microsoft\Notepad]


Também para evitar confusões, o Notepad indicará na barra de estado o tipo de codificação detectada no documento.

2 comentários:

[pub]