2018/12/02

Músicas "8D Audio" fazem sucesso no YouTube


Milhões de pessoas têm ficado fascinadas pela audição das suas músicas favoritas em versões 8D Audio, que as fazem passear em redor da sua cabeça.

Nos últimos meses tem estado em crescendo um novo fenómeno no YouTube, com músicas 8D Audio a acumularem milhões de visualizações. Neste vídeos é aplicado um efeito que simula o posicionamento da música num espaço tridimensional - na verdade, seria bem mais adequado e correcto dizer que eram músicas 3D Audio, mas pronto, o 8D Audio parece ter dado melhor resultado.


Embora seja um efeito curioso de escutar por alguns momentos, confesso que fiquei bastante desiludido, pois pensava que iria escutar algumas músicas de sucesso em versões binaurais. Mas a realidade é que temos apenas a música completa, com todos os instrumentos e voz, a passear em conjunto em nosso redor. Mas, para ouvirem algo mesmo tridimensional, espreitem o que vem a seguir a estas músicas 8D Audio, que deverão ser ouvidas com headphones.






















A demonstrar que este 8D Audio não é nada de novo, já há alguns anos tínhamos o Bohemian Rhapsody em 3D Audio, que pelo menos mantinha os instrumentos em stereo e só aplicava o efeito 3D às vozes.



Mas... se querem áudio realmente binaural...

Muito antes deste fenómeno "8D Audio", há muito que já se replicava o efeito de verdadeiro posicionamento 3D através das gravações binaurais, que utilizam um modelo de uma cabeça humana com os microfone colocados na posição dos ouvidos.

O resultado, também para ser desfrutado com headphones é o que se segue (se estiverem com pressa podem saltar para os 2:30).


9 comentários:

  1. Carlos, que grande desilusão só pensei que grande Mer$% ...
    Só precisei de 14s a ouvir o michael jackson para não ouvir mais!!!

    É como tu dizes tiraram o Stereo

    ResponderEliminar
  2. TB acho que não vale um cêntimo. Ainda tentei por tudo a tocar ao mesmo tempo... já teve mais piada.
    O Barber Shop fez-me lembrar os primeiros álbuns dos Pink Floyd e é o único que se aproveita.
    8D? Daqui um ano, ou antes, já ninguém se lembra disso... Next!

    ResponderEliminar
  3. https://www.youtube.com/watch?v=mFbWmNgnde0

    ResponderEliminar
  4. Prefiro a musica esteiro do que este 8D "mono".
    Bacana mesmo são musicas DTS, depois experimentem com home theater calibrado de forma adequado. Alguns álbuns são feito por fans, é são ótimos.

    ResponderEliminar
  5. Ok, os "8D" são chico-espertice (embora com um toque de efeito doppler muito bem conseguido, só pode ser).
    Já a Rapsódia Boémia ficou mesmo muito fixe. Essa sim, merece palmas.

    ResponderEliminar
  6. Pelo menos aqui parece que o som está com melhor qualidade que o normal dos video clips (menos compressão?), mas de resto é brincar com o "level" para a direita ou esquerda, mas haja criativadade e imaginação que coisas interessantes podem surgir..

    ResponderEliminar
  7. Não consegui gostar de nenhum, a não ser do velhinho vídeo da barbearia!
    Chamaram 8D a músicas em que o som anda simplesmente de um lado para o outro, em que o resultado é simplesmente a "embaralhação" do cérebro, é mesmo somo por moda (tudo tem que ter muitos D's, até os vidros para telemóveis são 6D!!)

    Ao ler o artigo, ainda pensei que fosse ouvir algo imersivo, que me fosse dar a sensação de estar no meio da banda, ou algo parecido e afinal era só o Freddie Mercury a correr de um lado para o outro com o microfone..

    ResponderEliminar
  8. Meh, prefiro ouvir alguns dos álbuns que tenho de Dream Theater, Opeth e Porcupine Tree num sistema de surround 5.1, pena é que sejam tão poucas as bandas que lancem álbuns com mix surround.

    ResponderEliminar

[pub]