2021/03/17

Micron abandona memórias 3D XPoint

A Micron anunciou que irá terminar todo o desenvolvimento das memórias 3D XPoint criadas em parceria com a Intel, e que por agora só têm sido usado na gama Optane.

As memórias 3D XPoint foram criadas para serem uma alternativa de maior desempenho que as memórias flash tradicionais, que resultaram num produto que funciona quase como uma memória RAM não-volátil, com velocidades de acesso mais rápidas e sem tantas preocupações a nível da quantidade de escritas que podem suportar, e que deram origem à linha de produtos Optane da Intel. Embora a Micro também tivesse anunciado uma gama QuantX que iria utilizar memórias 3D XPoint, acabou por apenas lançar um único SSD com disponibilidade muito limitada para o sector empresarial - e agora, diz que a utilização desta tecnologia não é economicamente viável, e abandona-a por completo.

A complicação surge do facto de, actualmente, a Micron ter a única fábrica de chips preparada para produzir estas memórias, e que fornece a Intel - mas que tem estado a ser sub-utilizada, resultando num prejuízo de 400 milhões de dólares por ano; e por isso estar também à procura de quem esteja disposto a ficar com a fábrica de produção de chips. A Intel será obviamente um dos candidatos preferenciais, mas não será claro se nesta altura estará disposta a investir biliões na compra da fábrica para manter os Optane.

É pena, pois assim as memórias 3D XPoint acabam por ser uma tecnologia proprietária exclusiva da Intel, com o seu futuro a médio / longo prazo posto em causa, o que nada contribuirá para dar confiança a quem as estiver pensar utilizar.

Sem comentários:

Publicar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]