2022/08/29

VESA ClearMR quer simplificar "nitidez" dos monitores

A VESA tem um novo atributo para ajudar a diferenciar as capacidades dos monitores, o ClearMR que indica a sua nitidez nas imagens em movimento.

Temos - finalmente - visto os monitores começarem a escapar à lentidão dos 60 Hz e promovendo frequências mais elevadas, de 90 Hz, 120 Hz, e até mais que isso (a Asus já anunciou um monitor de 500 Hz). Mas, a frequência de actualização do ecrã, por si só, não revela o mais importante. É por isso que os fabricantes também anunciam os tempos de resposta dos píxeis, mas que sofrem do problema adicional de terem tempos de resposta diferentes dependendo da cor em que estavam e da nova cor que devem assumir.

Para tentar simplificar todas estas variáveis, a VESA quer começar a utilizar a classificação ClearMR (Clear Motion Rating) que dará uma ideia do grau de nitidez que os monitores / televisores são capazes de apresentar nas imagens em movimento.
A escala vai do ClearMR 3000, que apresenta imagens bastante esbatidas, até ao ClearMR 9000 que apresenta imagens bastante definidas, que se aproximam da nitidez de uma imagem estática.

Pessoalmente, só acho que o sistema peca por ter um escalonamento excessivo, com ClearMR 3000, 4000, 5000, 6000, 7000, 8000 e 9000, quando existem poucas diferenças perceptíveis entre alguns dos patamares. Mas, sem dúvida que os fabricantes agradecem, para depois poderem dizer que o seu monitor ClearMR 4000 é "muito melhor" que o ClearMR 3000 da concorrência, quando na prática são ambos maus.

Ao estilo do VESA DisplayHDR, que nos segmentos mais baixos é completamente irrelevante, também podemos esquecer qualquer monitor que tenha ClearMR abaixo dos 7000 - isto se for um monitor para jogos ou para ver imagens em movimento. Se for para trabalhar com conteúdos estáticos, então não fará grande diferença.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]