2022/09/14

Apple A17 deverá usar N3E da TSMC

O actual chip A16 da Apple é produzido no processo N4 da TSMC, mas o A17 do próximo ano já deverá usar um processo N3E de "3nm".

A aceleração para chips cada vez mais densos e eficientes não para, e nos últimos anos temos assistido a uma evolução a ritmo alucinante que se aproxima dos limites que, há alguns anos, se pensava serem impossíveis de atingir. Depois dos chips de 5nm e 4nm, estamos agora a passar para os chips de 3nm; e tudo indica que a Apple já irá tirar partido disso no seu próximo chip A17, ou até antes.

O actual A16 é fabricado no processo N4 (ter em conta que hoje em dia, quando a maioria dos fabricantes de chips refere processos de 3, 4, ou 5 nm, está a referir a chips com densidades equivalentes às dessas dimensões, mesmo que na prática usem componentes maiores, mas com processo de fabrico vertical 3D que possibilitam essa densidade), e o processo que se segue é o N3.
Mas, a Apple poderá optar pelo N3 de estreia apenas para chips dos iPads e Macs, optando por aguardar pelo N3E - evolução do processo de fabrico, que permitirá mais eficência e custos reduzidos - para o A17 dos próximos iPhone 15. Sendo também esperado que a partir de agora a Apple reserve os seus chips mais recentes apenas para os iPhone Pro e Pro Max, e use os chips do ano anterior nos iPhones normais.

Para 2024/2025, a TSMC já terá disponível o processo seguinte, N2, que mudará o processo dos habituais FinFet para um sistema de "nanosheets" equivalente ao que a Samsung utiliza para os seus chips de 3nm.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]