2022/12/23

Estúdio processado por publicidade enganosa devido a trailer com personagem cortada

Se já se sentiram enganados por ver coisas em trailers que depois não aparecem no filme final, em breve isso poderá deixar de acontecer.

Se muitos se incomodam mas deixam passar, outros levam o caso mais a sério. Duas fãs da actriz Ana de Armas estão a processar o Universal City Studios a propósito do filme Yesterday de Danny Boyle. Isto porque o trailer do filme incluía algumas cenas com a actriz, que depois acabou por ser cortada do filme, não aparecendo uma única vez.

O filme explora um mundo em que um homem acorda e descobre que ninguém se lembra dos Beatles, e começa a replicar as suas canções, tornando-se num sucesso. A actriz Ana de Armas iria fazer parte de um triângulo amoroso com o protagonista, mas que depois acabou por ser cortado do filme.

A parte curiosa é que o estúdio estava a tentar defender-se que o trailer era apenas "indicativo" do filme final, mas que se tratava de uma "obra de expressão artística" (na prática, equivalente a um mini-filme independente). Mas, a decisão do tribunal diz que o trailer é meramente publicidade comercial a um produto, e que assim fica sujeito às mesmas regras da publicidade enganosa: está a mostrar algo que depois não está a ser cumprido quando os fãs vão ver o filme. Além do mais, trata-se de uma personagem que até teria uma participação considerável no filme e não apenas um aparição passageira.

Veremos de que modo é que isto irá influenciar os trailers no futuro, mas será sempre benéfico se ajudar a evitar este tipo de "erros".

3 comentários:

  1. Não é erro nenhum!
    Os trailers quando são lançados os filmes ainda estão a ser produzidos, os efeitos digitais que estão nesses trailers foram os primeiros a ser terminados, as cenas e sequencias que vão entrar no filmes só estão terminados já muito perto do lencamento e muitas sequencias ainda são novamente gravadas.
    As pessoas preferem ter trailers 6 meses antes ou 2 semanas antes?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exatamente. Não foi erro nenhum, mas sim uma acção premeditada. Usarem a actriz que afinal não aparece no filme. Erro não foi, foi uma jogada mal concluída ahah

      Eliminar
  2. E será que a Ana também viu o seu cachet reduzido por afinal não aparecer no filme ? ;)

    ResponderEliminar

[pub]