2023/01/11

Alemanha exige mais opções de consentimento à Google

A Alemanha acha que a Google não está a dar opções suficientes para evitar o tracking dos utilizadores.

A Google terá que fazer mais algumas alterações aos seus serviços para cumprir com a mais recente rondad e exigências europeias, neste caso, da Alemanha.

A entidade reguladora Bundeskartellamt diz que a Google não está a dar opções suficientes aos utilizadores para evitar o cruzamento de dados entre os seus vários serviços nem de como os seus dados podem ser usados, dizendo que as opções actualmente disponíveis são demasiado vagas e generalistas, dificultando a sua interpretação e âmbito a que se aplicam.

É pedido à Google que disponibilize opções claras, que dêem aos utilizadores as devidas opções de como e onde os seus dados podem ser utilizados, relembrando também que não é permitido à Google a recolha e utilização de dados - mesmo que seja para efeitos de segurança e benefício dos utilizadores - sem que estes dêem o seu consentimento expresso.

A Google poderá argumentar e tentar manter o seu sistema actual, ou implementar as alterações pedidas. Por agora, limitou-se a dar uma resposta padrão, a dizer que está sempre disposta a lidar de forma construtiva com todas as entidades para melhorar o serviço para os utilizadores.

Estas alterações pedidas pela Alemanha poderão ter grande impacto a médio e longo prazo, no caso de impedirem que a Google possa associar os dados dos utilizadores com o seu serviço de publicidade.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]