2016/01/23

Astrónomos acreditam ter descoberto um 9º planeta no nosso sistema solar


Em breve poderemos ter que adicionar um novo planeta à lista do nosso sistema solar, se as investigações de dois astrónomos se vierem a comprovar.

Numa altura em que até já somos capazes de detectar planetas em sistemas solares a milhares de anos luz, pensar-se-ia que descobrir planetas em torno do nosso próprio Sol seria algo simples. Infelizmente não é o caso, como o nosso próprio Plutão pode comprovar. Estes "planetas" estão tão afastados do Sol que é extremamente difícil detectar a luz que reflectem, complicando a sua detecção e observação (nos exoplanetas, os mesmos são detectados quando passam em frente à sua estrela, técnica a que não podemos recorrer no nosso próprio sistema solar.)

Mike Brown e Konstantin Batygin não são estranhos a estas andanças, tendo feito parte do grupo que pediu a reclassificação de Plutão como planeta-anão em 2006. Na cintura de Kuiper existem vários elementos de interesse, mas que não cumprem os requisitos para serem considerados "planetas" (serem esféricos, orbitarem o Sol, e limpando a sua própria órbita de detritos). Mas isso poderá mudar... Embora não tenham conseguido observar directamente o "Planet X", a sua teoria deste 9º planeta sustenta-se nos efeitos observados em seis outros corpos na cintura de Kuiper, e que indica a possibilidade de haver um planeta desconhecido a orbitar o Sol a uma distância extremamente grande, colocando o seu período orbital nos 15 mil anos (fazendo com que os 164 anos do "ano" de Neptuno pareçam um breve instante.)

A técnica não é nova. Décadas antes da descoberta de Neptuno, o mesmo já era "esperado" pelos astrónomos, devido às perturbações que causava na órbita de Urano. Resta agora saber se se irá comprovar novamente para este nono planeta do sistema solar.


1 comentário:

  1. Não é bem assim:

    http://www.astropt.org/2016/01/22/descoberto-novo-planeta-no-sistema-solar/

    ResponderEliminar

[pub]