2016/01/06

Netflix fica disponível em todo o mundo


Tivemos que esperar muitos anos pela chegada do Netflix a Portugal, mas quase se poderia dizer que isso serviu de inspiração para que a Netflix avançasse com o seu plano de expansão e agora anuncie a sua chegada a (praticamente) todo o mundo.

A Netflix aproveitou o CES 2016 para revelar que o seu serviço chega agora a mais 130 novos países, num lançamento simultâneo que eleva para 190 o total de países em que opera - ou seja, praticamente todo o mundo (embora uma das grandes "excepções" seja a China; a par da Crimeia, Coreia do Norte e Síria, estas, devido a restrições impostas pelos E.U.A.).




Fica assim concluída a primeira fase dos planos da Netflix de chegar a todo o mundo e tornar-se num serviço de TV de nova geração à escala global; e que ajudará também a que ganhe ainda maior volume e peso a nível de dar aos clientes a liberdade de verem aquilo que querem, quando e onde quiserem - e também ajudará certamente na aposta das produções próprias, com dezenas de séries, filmes e documentários planeados para serem lançados ao longo deste ano. Produções estas que ficarão disponíveis imediatamente em todo o mundo, independentemente da sua área geográfica (e na maioria dos casos com qualidade Ultra HD 4K, som 5.1 e em breve também em HDR).

Aliás, esperamos que esta nova dimensão mundial sirva também para que a Netflix ganhe maior peso negocial e de influência a nível de se mudarem as arcaicas regras de distribuição que continuam a estrangular o sector e a prejudicar os consumidores. Porque motivo não pode um utilizador em Portugal ter acesso aos mesmos conteúdos que outro utilizador no país ao lado tem?

É tempo de acabar com as restrições geográficas de acesso aos conteúdos... e esperemos que este novo passo de gigante dado pela Netflix nos aproxime um pouco mais desse objectivo.


1 comentário:

[pub]