2016/01/26

Uber vai usar sensores dos smartphones para detectar condução irregular


A Uber pode ser uma empresa polémica por vir mexer em sectores habituados a não ter que lidar com concorrência, mas muitas das coisas que faz poderiam servir de exemplo para muitos outros. Numa das suas experiências mais recentes, está a usar os sensores dos smartphones para detectar irregularidades na condução.

Desde sempre que a Uber disponibiliza aos clientes a possibilidade de classificarem os condutores, para avaliar se esses mesmos condutores - que na verdade são o "rosto" da empresa - estão a operar ao nível pretendido. No caso de haver uma má classificação, há que tentar perceber o que se passa, e é aí que a Uber quer usar os sensores existentes nos smartphones para recolher mais dados que permitam analisar a situação.

Usando-se a informação do GPS é possível saber a que velocidades o condutor está a circular, e podendo-se comparar as médias de diferentes condutores num mesmo trajecto, para saber se o percurso foi feito a uma velocidade normal ou em modo "acelerado". Mas a velocidade não dá toda a informação sobre o estilo de condução... Um condutor pode circular a velocidade elevada mas fazendo uma condução agradável, com acelerações e desacelerações suaves; enquanto outro pode circular a velocidade reduzida, mas fazer acelerações e travagens bruscas que deixam os passageiros a chocalhar de um lado para o outro. Com acesso à informação dos acelerómetros e giroscópio, é possível determinar o estilo de condução do condutor, e reagir em conformidade (a Uber falta até da possibilidade de detectar se um condutor está a mexer constantemente no smartphone em movimento, para sugerir que o mesmo passe a utilizar um suporte para maior segurança).

De relembrar que isto é algo que faz mais sentido em mercados como o norte-americano, onde qualquer pessoa se pode tornar num condutor da Uber sempre e quando quiser (e portanto obrigando a um maior controlo sobre a qualidade do serviço prestado), do que por cá, onde a Uber faz a sub-contratação de empresas com condutores credenciados e que já garantem esse nível de qualidade.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]