2016/02/10

Microsoft passa a explicar o que vem nas actualizações do Windows 10


As influências dos sistemas mobile no Windows 10 podem ter algumas coisas boas, mas há outras onde deixam a desejar, como acontecia com a (falta de) descrições nas actualizações disponibilizadas; coisa que a Microsoft finalmente vem resolver.

Goste-se ou não, hoje em dia as actualizações tornaram-se num "mal necessário", nem que fosse simplesmente devidas à correcções de vulnerabilidades e falhas de segurança. O problema é que são cada vez mais as empresas que já nem se dignam a explicar em que consistem essas actualizações, limitando-se a deixar algo genérico como "correcções de erros e melhoria do desempenho".

Não deixará de ser verdade, mas isso em nada ajuda os utilizadores que gostariam de saber se esta actualização finalmente corrigia um qualquer bug que os impedia de fazer qualquer operação (ou descobrir que afinal o problema que estavam a ter era realmente um bug e não um problema do seu lado). E infelizmente, com o Windows 10 a MS estava a seguir pelo mesmo caminho...

Agora, poderá dizer-se que a Microsoft passou do "8 ao 80" neste aspecto, pois conta com um site dedicado a descrever com mais detalhe o histórico todas as actualizações que forem sendo lançadas para o Windows 10.

... Agora só falta que todos os restantes façam algo do género (e refiro-me a empresas como o Facebook e a Google, por exemplo, que são um desastre na explicação das suas actualizações.)

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]