2016/03/31

China quer bloquear todos os sites estrangeiros


A internet na China é bem diferente daquela que o resto do mundo conhece, mas o governo Chinês quer um controlo ainda mais apertado e avança com a proposta de bloquear o acesso a todos os sites que não estiverem registados no país.

Quem visita a China depressa descobre que grande parte dos serviços de internet que utiliza estão inacessíveis, vítimas da "great firewall of China". A solução, para a grande maioria dos casos, passa pelo recurso a VPNs para furar essa muralha digital; mas o mais preocupante é que em vez de se assistir a uma abertura para a internet global, se está a assistir ao oposto. Agora, há novas propostas que pretendem bloquear o acesso a todos os domínios que não estiverem registados na China.

Embora haja sempre a possibilidade de ser uma daquelas leis que é aprovada mas que depois nunca é implementada na prática, as manobras recentes no sentido de controlar e silenciar os conteúdos considerados indesejados parece não deixar grandes margens para dúvidas, de que a medida - caso avance - será mesmo para levar a sério.

Ficaremos portanto numa situação complicada... Por um lado o ocidente está dependente da capacidade de produção chinesa; mas a China parece continuar a exigir jogar no mercado global segundo um conjunto de regras bem diferentes e só suas. Até quando é que estas posições antagónicas serão compatíveis? Estará para breve uma revolução (fora da China) que aposte na produção noutros países, que certamente gostariam de receber parte do investimento que a China actualmente absorve? O futuro dirá... mas até lá, dêem-se por contentes por os nossos "bloqueios" de sites serem coisas que se podem contornar com uma simples troca de servidores de DNS.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]