2016/03/12

Earphones biométricos da NEC querem substituir impressões digitais


As impressões digitais e os olhos são alguns dos métodos já utilizados para identificação biométrica, mas em breve poderemos adicionar também os nossos ouvidos a esse grupo, como a NEC demonstra com os seus earphones.

Ainda recentemente vimos mais um caso que alerta para a falta de segurança das impressões digitais, o que irá fazer com que se tornem desejáveis métodos que possam validar a identidade de um utilizador de forma que seja mais segura, mas igualmente (ou ainda mais) cómoda. Para a NEC uma opção é utilizar uma pequena variação de algo já existente: os auriculares.


Estes auriculares biométricos da NEC recorrem a um microfone integrado, que é utilizado para analisar os ecos reflectidos pelo som produzido pelos auriculares. O resultado vai depender do formato único do canal auditivo, criando um padrão diferente para cada pessoa, de forma idêntica à de uma impressão digital. A grande diferença é que, ao contrário do que acontece com uma impressão digital, que poderá ficar registada algures, em qualquer coisa que se toque, os nossos ouvidos serão algo bastante mais complicado de aceder e tentar copiar.

Para além disso, ao contrário do que acontece com os sensores de impressões digitais, que normalmente são utilizados uma vez para desbloquear o smartphone ou o acesso a uma app e depois dão acesso continuado; com este sistema pode fazer-se uma validação contínua de que se trata do utilizador devido, podendo impedir-se o acesso assim que essa autenticação falhar.

Mesmo não sendo fã de earphones, parece-me uma excelente opção. Infelizmente, a NEC diz que só deveremos ter estes earphones biométricos no mercado lá para 2018.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]