2016/03/13

Galaxy S7 vem "bloqueado" à região


O mercado global coloca diversos desafios às marcas, que por vezes se vêem forçadas a recorrer a soluções engenhosas para defender os seus interesses e de terceiros. No Galaxy S7 a Samsung volta a recorrer a um "mini-bloqueio" que obriga a utilizar um SIM da região a que se destinam para serem activados.

Quem comprar um dos novos Galaxy S7 (desbloqueados) descobrirá um autocolante na caixa que apresenta uma mensagem muito esclarecedora: "European Sim Card only" (noutras regiões do globo a mensagem é adaptada à zona geográfica em questão). Não é a primeira vez que a Samsung recorrer a este tipo de técnica - mas que na prática não terá grande impacto para o consumidor final. É que esta limitação tem apenas a ver com a utilização do primeiro SIM a ser colocado no smartphone, e não impede que no futuro se utilizem outros, de outras regiões.

Para que o Galaxy S7 fique verdadeiramente desbloqueado, será necessário inicialmente colocar um cartão SIM da região indicada, e efectuar cerca de 5 minutos de chamadas para remover esta limitação Efectuados os tais 5 minutos de chamadas, já podem utilizar qualquer qualquer SIM de qualquer região nos Galaxy S7 desbloqueados.

Esta medida visa salvaguardar as situações que decorrem de importações não oficiais via mercado "paralelo", como por exemplo, fazer a aquisição de um equipamento desbloqueado na Europa para ser revendido nos EUA, mercado onde os S7 desbloqueados ainda não estão disponíveis.

Como inicialmente referido, não sendo algo que seja muito penalizador para o utilizador, é no entanto uma medida pouco agradável para quem tem de despender várias centenas de euros num equipamento e que poderia esperar liberdade total para nele utilizar o cartão SIM que bem entendesse.


por: Luis Costa

1 comentário:

  1. Acontece em praticamente todos os dispositivos Samsung vendidos pela Samsung Portugal. Não é "exclusivo" nem novidade no S7, e como bem dizes, tem a ver com o contrabando de equipamentos móveis pela sua grande facilidade de transporte.

    ResponderEliminar

[pub]