2016/03/07

Google recebe mais de 20 milhões de links para remover por semana


Se fosse preciso mais um sinal de que a guerra contra a pirataria não está a surtir o efeito pretendido, nada como olhar para o desespero crescente no número de pedidos para remoção de resultados no Google, e que já supera os 100 mil links por hora.

Quando a Google começou a disponibilizar ferramentas automáticas para facilitar a remoção de conteúdos que violam os direitos de autor, depressa brincamos com a previsão de que seria uma questão de tempo até que os pedidos para remoções de páginas superassem o número de links legais que vão sendo acrescentados. E agora, cá está um sinal evidente de que se caminha a passos largos nesse sentido.

A Google recebe actualmente mais de 20 milhões de links para remover dos seus resultados todas as semanas, o que se traduz em cerca de 120 mil pedidos por hora, ou 33 pedidos por segundo.

É um número astronómico que duplica os valores do ano anterior; e mesmo que se assuma que a maioria destes pedidos sejam legítimos, até assusta pensar na quantidade de páginas que estará a ser apanhada na malha destas ferramentas de detecção automáticas - que nalguns casos até pedem para que sejam removidos páginas referentes aos sites oficiais desses mesmos conteúdos.


Enquanto do lado da Google, estes valores absurdos são encarados com normalidade (dizendo que continuam a sua uma percentagem insignificante de todos os links na internet e que estão a cumprir com aquilo que é exigido legalmente) do lado dos defensores dos direitos de autor parece tardar a constatação que não é desta forma que irão impedir ou desincentivar o acesso a conteúdos obtidos na internet por meios não oficiais.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]