2016/03/19

O que faz a Playstation VR Processing Unit?

A revelação oficial do PlayStation VR, que chega em Outubro por 399 euros, deu-nos a conhecer uma misteriosa caixa chamada de "Processing Unit". Afinal, para que serve este caixa?

Como seria de esperar, rapidamente surgiram inúmeras teorias na internet sobre o propósito desta unidade de processamento, com muitos a suspeitarem de que se tratasse de um GPU adicional para acelerar o processamento gráfico para os exigentes requisitos da Realidade Virtual - que no PlayStation VR consistem numa resolução Full HD a 120fps. Mas, o seu propósito é bem mais simples...

A Sony já veio dizer que a PS4 é perfeitamente capaz de lidar com os gráficos Full HD a 120fps necessários para o PlayStation VR. Este processing unit é meramente responsável por tratar do processamento áudio 3D, para posicionar o som no ponto correcto do espaço dependendo da posição e orientação do utilizador (assim poupando o trabalho aos developers); e também do "ecrã secundário" a que a Sony chama social screen.

Basicamente, a processing unit permite manter a PS4 ligada à TV e ao PlayStation VR simultaneamente, e disponibilizando dois modos de visualização. Num deles, será possível ver-se no televisor aquilo que o utilizador está a ver nos óculos PlayStation VR (sem a distorção aplicada nos óculos); no outro, os developers têm a possibilidade de usar o televisor como um ecrã secundário independente (a 720p a 30fps).

O processing unit é também responsável pelo modo cinemático do Playstation VR, que pode ser usado para ver filmes, simulando um ecrã virtual de cerca de 225" em frente ao utilizador; ou também para jogar jogos PS4 que não tenham sido concebidos para o PlayStation VR.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]