2016/03/25

OLO transforma smartphones numa impressora 3D


Que vos parece a ideia de transformarem um smartphone numa impressora 3D, e ainda por cima a um preço super-reduzido? Parece bom demais para ser verdade, mas parece que desta vez é mesmo para levar a sério, se este OLO cumprir com tudo o que promete.

Já sabemos que para que a revolução da impressão 3D aconteça é fundamental criar impressoras a preço tão acessível quanto a das impressoras tradicionais, e este OLO é um projecto que promete fazer isso com a ajuda dos smartphones. A ideia é bastante engenhosa, simplificando ao máximo toda a parte mecânica, e recorrendo aos populares smartphones para servirem como elemento principal do processo.

O processo de impressão da OLO é semelhante ao da impressora 3D de baixo custo de que falamos recentemente, em que se usa uma resina que endurece quando exposta à luz. Aqui, a impressão vai sendo feita "por baixo", com o smartphone colocado na base da impressora, e usando o seu ecrã para criar os padrões a imprimir, enquanto que por cima temos um módulo que vai fazendo subir uma plataforma onde a peça impressa ficará agarrada.

A ideia não é nova, e para ajudar a dar confiança, este projecto já ganhou um prémio na World Maker Faire em Outubro de 2015 - factor que terá contribuído para que, agora que chegou ao Kickstarter, conte já com mais de 5000 apoiantes e se aproxime rapidamente do marco do milhão de dólares angariados (nada mau para um projecto que pretendia angariar apenas 80 mil dólares.)

Os interessados podem ficar com uma destas impressoras 3D OLO por 99 dólares (+ 29 dólares de portes para Portugal), com a entrega a estar prometida para Setembro de 2016. Esperemos que esta seja apenas a primeira de muitas mais impressoras 3D low-cost que facilitem a criação de objectos 3D.

11 comentários:

  1. isto é a melhor cisa que já inventaram desde que começou a a revolução do 3D printing, uma destas vem para cá.

    ResponderEliminar
  2. Não será mais um "fake" no Kickstarter?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se isto fosse o Indiegogo eu estaria mais preocupado. Não sei porquê, mas parece-me que a maioria dos projetos "fake" surgem quase sempre lá.

      Eliminar
  3. Se o material endurece com a luz, como é que se verte o líquido para dentro da câmara escura em plena luz do dia?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é uma reacção imediata. Daí demorar tempo a imprimir. :)

      Eliminar
    2. Ok, estou a ver. Não será uma impressora rápida mas será barata.
      E com isto, é melhor começar a fazer um pequeno stock de smartphonees lá em casa para poder ter sempre com que imprimir.
      Suponho que os equipamentos com maior resolução consigam resultados mais perfeitos?

      Eliminar
  4. Finalmente uma impressora 3D que dá um verdadeiro uso ao termo "low-cost"!

    ResponderEliminar
  5. Na realidade isto é apenas a antecipação de um projecto mais amplo e estável, para quem estiver curioso para saber como funciona -> https://www.youtube.com/watch?v=ihR9SX7dgRo

    ResponderEliminar
  6. Isto parece-me que tem uma série de problemas:
    1- a luz do ecran telemóvel não está focada por isso deve dispersar muito rapidamente e como o telemóvel é colocado por baixo de um vidro, a dispersão ainda é maior.
    2- os frascos serem translucidos tb me faz confusão pois a resina endurece com a luz
    3- tendo em conta o que disse anteriormente, quantos dias demora uma impressão?!?1

    ResponderEliminar

[pub]