2016/03/18

Tarifário da Vodafone Açores deixa o Continente a euros e gigabytes de distância


Se pensavam já estar bem servidos pelo tarifário Vodafone no Continente, lamento informar-vos que poderíamos estar bem melhor... e bastava que a Vodafone trouxesse para cá o mesmo tarifário que disponibiliza nos Açores.

A Vodafone tem um tarifário exclusivo para os Açores, onde se pode ter 1000 minutos/SMS para todas as redes e 5GB de dados, por apenas 9.90 euros por mês!

Por cá, os tarifário Vodafone RED não têm nada que se aproxime, começando nos 27 euros por mês com uns reduzidos 400MB de dados; e mesmo recorrendo ao atractivo Yorn X com 5GB, continuamos a estar perante uma diferenças bastante significativa de cerca de 16 euros por mês para menos de 10 (o que representa 60% de acréscimo face a este tarifário dos Açores).

É certo que os Portugueses que vivem nas ilhas já sofrem bastante (a começar por todo o tipo de lojas online que nem sequer contempla o envio para lá), mas... a nível de serviços de comunicações e equivalentes, penso que não há grandes motivos - hoje em dia - para que as coisas não estejam perfeitamente equilibradas.

A Vodafone já muito fez mexer o mercado de internet e TV com a sua oferta... imaginem só o que faria se nos trouxesse este tarifário com 5GB a €9,9.

7 comentários:

  1. Têm o Vodafone Up que até não é mau, mas fraquinho comparado com o NOS e este para os Açores.

    ResponderEliminar
  2. Essa para mim é novidade... não fazia ideia que a Vodafone tinha ofertas distintas para as ilhas. Acho justo (tanto a oferta como o facto de poderem usufruir de preços exclusivos), mas injusto face aos pouco atrativos RED praticados por cá...

    ResponderEliminar
  3. Esse tarifário foi lançado em janeiro também na ilha da Madeira e sou um feliz aderente. Compreendo o tarifário... aqui a Vodafone tem uma quota de mercado muito baixa e também não tem serviço serviço tv e net disponível. Foi um bom incentivo para ir caçar uns clientes a outras redes... como eu, que era cliente MEO há mais de 10 anos.

    ResponderEliminar
  4. "...mas... a nível de serviços de comunicações e equivalentes, penso que não há grandes motivos - hoje em dia - para que as coisas não estejam perfeitamente equilibradas."

    Não é assim, nos Açores a vodafone não tem serviço de fibra, meo só em zona muito restritas e para clientes especiais, tem tv/internet adsl no minimo 55€!

    ResponderEliminar
  5. Este tarifário existe também na Madeira. É um tarifário exclusivo para as Ilhas.

    Como não há o serviço fixo cá, temos estas "relíquias". Como a qualidade da rede VDF nas ilhas é 5* , vale a pena mudar ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Faltou acrescentar: http://www.vodafone.pt/main/Particulares/tarifarios/madeira

      Eliminar
  6. No melhor pano cai a nódoa, costuma dizer-se. Quando não se conhece uma realidade o melhor é não fazer juízos precipitados.

    Os Açores, apesar da evolução que se tem registado nos últimos anos, ainda estão atrás do continente em matéria de telecomunicações.

    Não há Vodafone Fibra, nem haverá tão cedo. A Vodafone considera excessivos os preços de utilização do cabo submarino.

    Apesar de já haver cobertura de fibra ótica para clientes residenciais no âmbito das RNG's, estas só abrangem as ilhas mais pequenas - e apenas com um operador (MEO Fibra).

    A maioria da população (cerca de 80 por cento) estás nas ilhas de São Miguel, Terceira e Faial e tem MEO ADSL ou NOS. MEO Fibra apenas existe em três bairros da cidade de Ponta Delgada.

    Além disso, a concorrência é fraca porque a NOS, apesar ter tido durante anos o monopólio da TV por subscrição (TV Cabo), sempre prestou um fraco serviço de Internet com a Netcabo. O SAPO ADSL rapidamente se impôs no mercado. Isto significa que quando apareceu o MEO (em 2008) muita gente deixou a TV Cabo. Nos primeiros quatro anos o MEO ganhou mais de um terço de quota do mercado da TV por subscrição.

    Sendo a concorrência fraca, os preços conseguidos nas linhas de retenção dos dois operadores são sempre mais elevados que os obtidos no continente.

    Por último, julgo que este tarifário aparece porque a Vodafone quer evitar perder quota de mercado nos Açores.

    Durante anos apenas houve dois operadores móveis no arquipélago: TMN (atual MEO) e Vodafone. A Optimus tinha só uma cobertura fraquíssima de 2G nas maiores cidades. Aliás, na minha lista de contactos (com gente de todas as ilhas) só tenho um 93 e é recente.

    Com a fusão da ZON e da Optimus, a Vodafone passou a ser o único operador incapaz de fornecer um serviço 4P. Daí que tenha apresentado este tarifário. Pelo menos é a minha opinião.

    Continuação de bom trabalho neste excelente blogue.

    ResponderEliminar

[pub]