2016/04/14

Chrome 50 chega e diz adeus ao Windows XP e Vista

O Chrome é o browser mais utilizado da actualidade (mesmo não servindo para entregar as declarações do IRS) e agora dá mais um salto para a versão, com algumas novidades, mais segurança e deixando de funcionar nos sistemas mais antigos.

O Chrome 50 fica disponível para o público a partir de hoje, mas a novidade mais visível será a dos sistemas que deixam de o ter disponível. Embora o Chrome continue a estar disponível para Windows, Mac e Linux, esta versão 50 deixa de suportar o Windows XP e Vista, o OS X 10.6 Snow Leopard, 10.7 Lion, e 10.8 Mountain Lion. Mais um sinal de que, quem ainda permanece nesses sistemas, deverá considerar seriamente uma actualização para um sistema mais recente, ou ficar cada vez mais sujeito às vulnerabilidades da utilização de software antigo.

Quanto às novidades, a Google volta a apostar nas notificações via web, que desta vez são implementadas de forma ainda mais eficiente, permitindo a sua personalização visual e o tipo de alerta que deverá fazer (som, vibração, nenhum, etc.) Para acelerar o carregamento das páginas temos o suporte para o rel='preload', para indicar os conteúdos que deverão ser carregados quanto antes, de modo a evitar atrasos na apresentação da página.



E para além disto existem inúmeras correcções de bugs e melhoramentos que permitirão aumentar o desempenho e as capacidades das páginas web que, cada vez mais, se vão tornando em autênticas web apps: criação e manipulação de images, acesso aos sensores dos dispositivos, animação de elementos melhorada, streaming mais eficiente, e segurança acrescida com o fim do fallback para versões antigas e vulneráveis de TLS (e deixa também de suportar serviços de geolocalização em ligações não seguras, que poderiam revelar a localização aproximada de um utilizador interceptando-se esses dados - embora isso não evite os pesadelos da tradução dos IPs em moradas.)

Enfim, não há muito mais a dizer... é actualizar e continuar a usar como sempre. :)

4 comentários:

  1. Também não dá para aceder ao iris online da nos. É ridículo tal acontecer nos dias que correm. Completamente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso não será culpa da NOS? De usar o silverlight se não tou em erro..

      Eliminar
  2. e não entendi e agora qual é a disponibilidade dele atual ??

    ResponderEliminar
  3. Outra novidade foi terem retirado a informação quase toda relativa à segurança HTTPS dos web sites... se antes já era difícil vê-la agora não é mais possível de todo! Só deixam ver o certificado do web site por enquanto... mas a muito custo e muito a por favor! Lá terei de regressar ao firefox.

    ResponderEliminar

[pub]