2016/05/18

Novo avanço nas memórias Phase-Change relança a promessa de memória universal


Há muito que se procura uma memória que seja tão rápida quanto a memória RAM mas mantenha o estado sem necessitar de energia (como as memórias flash), e agora a IBM diz que isso pode estar para breve com as memórias phase-change.

As memórias RAM são extremamente rápidas, mas caras e necessitam de energia constante para manterem o estado; as memórias flash são mais económicas e mantêm o estado sem energia, mas são muito mais lentas. Encontrar uma solução que combine as vantagens de ambas a custo reduzido tem sido algo que muitos investigadores têm tentado fazer, e a IBM diz que há novas esperanças para as memórias phase-change.

As memórias phase-change não são tão rápidas quanto as memórias RAM, mas sendo cerca de 70x superiores às memórias flash e tendo as suas vantagens quanto a guardar o estado sem necessitarem de energia, já seriam um bom primeiro passo. O problema é que o seu custo é também (relativamente) elevado, o que não lhe tem permitido substituir as soluções que já existem no mercado - coisa que agora poderá ficar resolvida com a possibilidade de se aumentar significativamente a sua capacidade de memória ao guardar 3 bits de dados por célula.

Tradicionalmente cada célula guardaria apenas 1 bit de informação (0 ou 1), mas ao guardar 3 bits esse capacidade é multiplicada por 8. Uma melhoria que obrigar a refazer os cálculos do custo/benefício destas memórias e passa a torná-las muito mais competitiva, e lança nova ambição de se poderem ter gigabytes ou terabytes de memória que funciona simultaneamente como RAM e Flash.

... Como sempre, é tudo muito bonito, mas o que queremos é sentir estes avanços em produtos reais que cheguem ao mercado. Traduzindo: que finalmente chegue o dia em que não se tenha que esperar para um smartphone ou computador "arrancar", ou que se tenha que esperar para carregar uma app, etc. etc.



Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]