2016/05/02

Sony vai reduzir variedade de smartphones


Fazer bons smartphones não chega, e a Sony Mobile é uma das marcas que o pode demonstrar - tendo agora revelado as intenções para voltar aos tão desejados lucros.

Os resultados financeiros da Sony foram positivos, mas isso foi conseguido à custa do bom desempenho da divisão de jogos com a PlayStation 4 e não com os smartphones. E já antecipando esta situação, fala-se que a Sony irá reduzir substancialmente o número de modelos de smartphones que irá lançar este ano - havendo até quem diga que serão apenas dois.

Embora seja difícil acreditar que a Sony só lançasse dois smartphones por ano (até a Apple, que tradicionalmente só lançava um iPhone por ano, já vai em mais modelos), esta é uma das técnicas habituais dos fabricantes que se aventuraram em dezenas de modelos lançados por ano... e que acabam por resultar em prejuízos, e em baralhar os próprios consumidores, que depois têm "variedade a mais" e poderão acabar por não escolher nenhum desses smartphones e optar por um modelo de uma marca que disponibilize uma gama de produtos mais simplificada.


Por outro lado, é também de referir que a Sony tem feito um grande esforço a nível das actualizações Android para os seus equipamentos - e que actualmente até a a única marca não-Nexus a disponibilizar uma versão de testes para o Android N. Uma medida incomum que tem feito suspeitar que a Sony poderá ser uma das candidatas para a produção de um dos próximos Nexus... ou estar a preparar um smartphone Android One que tivesse direito a actualizações em tempo útil.

Isso e apostar em preços concorrenciais seria meio caminho andado para regressar aos lucros neste segmento (ou pelo menos, para evitar prejuízos.) É que mais vale vender 1 milhão de smartphones a 300 euros e ganhar 100 euros em cada um; do que querer vendê-los a 400 euros e acabar por não vender nenhum.

2 comentários:

  1. Se assim for, boa jogada por parte da Sony. Mais vale concentrarem-se num equipamento e este ser uma bomba do que ter dezenas deles e nenhum se destacar... Já vimos este tipo de tácticas a serem postas em prática e todos sabemos quais os resultados das mesmas.

    ResponderEliminar
  2. Ter 4 modelos é o suficiente para ter clientes para todos os modelos , um de gama de acesso , dois intermédios e um de topo é mais que suficiente . Temos o exemplo da Apple que teve sempre poucos modelos no mercado . Nesmo momento a microsoft também já produz poucos modelos ( 550 , 650 , 950 )o resto foi descontinuado e acho que este deve ser o caminho dos fabricantes .

    ResponderEliminar

[pub]