2016/06/26

Quem deverá um carro autónomo matar: peões ou passageiros?


O dilema moral de potencialmente ter que decidir quem matar em caso de acidente é uma questão que tem vindo a ser abordada relativamente aos automóveis autónomos, e um estudo do MIT mostra que a questão nem sequer consegue ser respondida por pessoas.

Esta questão coloca-nos perante diversos cenários hipotéticos, onde numa situação de acidente o carro tenha que escolher entre proteger a vida dos ocupantes mas, ao fazê-lo, potencialmente matar outras pessoas; ou se deverá dar prioridade às outras pessoas, potencialmente matando os ocupantes do veículo.

Se esta situação por si só já seria complicada, depressa se complica ainda mais quando entram variantes como: e se a pessoa (ou pessoas) a matar fossem idosas, ou criminosos, ou bebés, ou pobres, ou ricos? Isso influenciaria a decisão?

Os resultados do estudo revelam que os próprios humanos têm uma perspectiva bastante curiosa sobre o assunto, pois a maioria das pessoas acha que os carros deveriam proteger os peões e sacrificar os ocupantes... mas só até ao momento em que teriam que decidir a compra de um veículo autónomo, e aí já só comprariam um carro que protegesse os ocupantes e sacrificasse os peões. (Nada de surpreendente portanto! :)

Se acham ter todas as respostas, podem submeter-se ao inquérito do MIT. :)

1 comentário:

[pub]