2016/07/06

China está viciada nos serviços de live streaming


O que têm em comum ver alguém a jantar sozinho, uma pessoa a passear por uma cidade, ou um milionário a jogar póquer? São apenas algumas das mil e uma coisas que estão acessíveis nos canais de live streaming, que se estão a tornar num sucesso na China.

Poderá parecer ridículo que, com tantas coisas para ver, exista quem se sinta atraído por canais em directo de pessoas comuns (e outras menos comuns) a fazerem live-streaming de coisas tão banais como, comerem ou verem TV (sim, há quem goste de ver canais onde podem ver pessoas a ver TV); mas seja qual for a explicação, os serviços de live streaming atraem milhões de espectadores.

No caso dos canais de maior sucesso é frequente juntarem-se centenas de milhares de pessoas, que podem contribuir com prendas para quem está a fazer a transmissão - por vezes resultando em casos um pouco surreais, como uma emissão em que o homem mais rico da China estava a jogar póquer a bordo de um jato privado... e teve muitos espectadores a enviarem-lhe dinheiro!

Para alguns streamers esta actividade pode tornar-se no seu modo de vida - alguns deles podem chegar a ganhar centenas de milhares de euros por mês - mas para a grande maioria isto acaba por ser algo que fazem apenas por gosto e como forma de se ligarem a outras pessoas de uma forma mais directa. Afinal... trata-se literalmente de abrir as portas da sua privacidade a toda a internet (e não me estou a referir aos serviços de live streaming onde isso é o principal negócio).

O que é certo é que com isto multiplicam-se ainda mais as opções sobre como as pessoas podem usar o seu tempo livre. Se a TV tradicional já tinha que competir com os programas de streaming na internet, agora também terá que competir com o live-streaming feito por um número crescente de pessoas espalhadas pelo mundo. Na prática, acaba por ser apenas o conceito de "reality TV" levada ao extremo, e onde eventualmente nos arriscamos a que, no futuro, se possa acompanhar a vida de qualquer outra pessoa em qualquer ponto do planeta.

... Dá que pensar!


P.S. Se houver algum live streamer por aí, que nos diga o que o leva a fazê-lo. :)

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]