2016/07/22

Microsoft recorre à psicologia invertida para incentivar actualização para Windows 10


Depois de muitos meses a relembrar-nos regularmente de que deveríamos fazer a actualização para o Windows 10, a Microsoft aproveita a última semana do período de actualização gratuita para testar uma nova táctica: psicologia invertida!

Estamos a precisamente uma semana do final do período de actualização gratuita para o Windows 10 (que termina a 29 de Julho) e seria de imaginar que esta pressão seria suficiente para ajudar a convencer aqueles que têm adiado o processo de actualização por um motivo ou por outro. Mas a MS volta a demonstrar a sua criatividade, agora tentando uma nova técnica que poderá levar a fazer a actualização: dizer aos utilizadores que não podem actualizar o seu computador para o Windows 10.

Recentemente, em diferentes computadores, começou a surgir um icon com um sinal de alerta, que informa que o computador em questão não consegue executar o Windows 10. Isto, em computadores que ao longo dos últimos meses sempre apresentaram a indicação de que o Windows 10 estava pronto a ser instalado sem problema (e até em computadores que já fizeram a actualização para o Windows 10, mas posteriormente regressaram ao Windows 7 e Windows 8).

Nalguns casos é dito que o problema se deve a problemas de compatibilidade com algumas apps, que terão que ser desinstaladas (o que é simpático - anteriormente isso apenas era dito durante o processo de instalação - mas desta forma passamos do "8 para o 80", parecendo-me excessivo dizer que "o PC não consegue executar o Windows 10"... se o impeditivo for uma qualquer app que podemos já nem utilizar); mas noutros casos a causa para tal mudança não é tão clara e poderá deixar os utilizdores intrigados... para não dizer irritados. Afinal... depois de quase um ano a levar com avisos de que deveriam passar para o Windows 10... que tal passar os últimos 7 dias a dizer-lhes que afinal não o podem fazer?


P.S. Se ainda não o fizeram, será aconselhável fazerem a actualização para o Windows 10. Mas, mesmo com a opção de regressar ao sistema anterior, será conveniente fazerem um backup total... por via das dúvidas. :)

5 comentários:

  1. Não sei como reagem outras pessoas, mas se tivesse um PC com Windows 7 ou 8 e deliberadamente não tivesse ainda atualizado (como muita gente acredito), era motivo para olhar para a mensagem e dizer: "ainda bem, deixem-me em paz agora".

    ResponderEliminar
  2. Já só faltam 7 dias..., arre.
    Com tanta técnica usada para SPAM, poderiam utilizá-la para confirmar que os meus Vaio's NÃO SÃO COMPATÍVEIS COM O WIN10, e deixarem-me em paz!!!

    ResponderEliminar
  3. Vou ficar-me pelo Windows 7 (que raramente uso).

    ResponderEliminar
  4. eu ainda não fiz porque gosto do win7 e não sei se o win10 esta tão estável como o win7.mas isto já vem muito de traz só passei po win7 bem tarde quando o grande winXP já não dava mais hahahahah.
    mas nos próximos 10 dias devo mudar porque é grátis e posso sempre voltar a trás

    ResponderEliminar
  5. Eu gosto muito do Windows 10.............no PC dos outros. Não se trabalha mal de todo, nota-se ligeiramente mais rápido e prático em algumas coisas. Pessoalmente, preciso de estabilidade, fiabilidade e um sistema que já conheça de trás para a frente. Portanto, dual-boot, Debian e Windows 7. Já para me converter do XP para o 7 ainda levou uns aninhos, e ainda há certas situações que tem de ser o XP a desenrascar.
    Portanto, daqui a uns 2/3 anos, não que interesse a alguém, poderei mudar para 10. Pessoal dos joguinhos e que só usa PC para web é que se pode dar ao luxo de mudar e actualizar como quem muda de meias ;)

    ResponderEliminar

[pub]