2016/08/16

Nvidia leva a GTX 1080 para os portáteis


Tradicionalmente os possuidores de portáteis têm que se contentar com GPUs com capacidades mais reduzidas que os dos computadores desktop, mas graças à eficiência dos GPUs da serie GTX 1000 a Nvidia vai poder aplicá-los igualmente nos portáteis.

Até ao momento estávamos habituados a ver os portáteis equipados com as versões "M" dos GPUs da Nvidia, como o GTX 960M, com prestações mais reduzidas que os seus congéneres usados nos desktops. Mas com a nova série GTX 1000 e os GPUs de arquitectura Pascal mais evoluída, a sua eficiência é tal que permite que os mesmos sejam aplicados directamente em portáteis.

Quer isto dizer que poderemos ver em breve portáteis equipados com GTX 1080, GTX 1070, e GTX 1060, com desempenho virtualmente indistinguível daquele que se teria num desktop - e a demonstrá-lo a Nvidia já mostrou um portátil a correr Gears of War 4 em resolução 4K a 60fps (com uma GTX 1080). Outro benefício indirecto de ter estes GPUs potentes em portáteis, é que assim também se abrem as portas para a utilização de ecrãs de 120 e 144Hz nos portáteis (e também com G-Sync), para além das óbvias aplicações de utilização com óculos VR, que também agradecem toda a potência disponível.

... Algo a ter em conta para a lista de desejos do próximo Natal, caso estejam a precisar de trocar de portátil e querem um que não vos limite a capacidade de correr os jogos mais exigentes da actualidade.

1 comentário:

  1. A questão técnica que gostaria de ver respondida agora é...como? A mesma placa num desktop é um verdadeiro brutamontes com ventoinhas na maior parte das vezes ruidosas quando as placas estão a funcionar em pleno. Ora como é que a mesma gráfica cabe agora dentro de um portátil? E se realmente couber, então porque não aparecem gráficas mini, quase silenciosas, para os desktop?

    ResponderEliminar

[pub]