2016/10/23

Engenhoso selfie stick extensível é mais uma vítima das cópias chinesas


O Stikbox é um projecto do Kickstarter que fez sucesso em Dezembro do ano passado... mas mal sabia o seu criador que seria o início de um pesadelo do qual já se terá arrependido.

O crowdfunding tem permitir concretizar inúmeros projectos e sonhos de criadores que nunca teria tido hipótese de sucesso por outras vias. No entanto, até um aparente projecto bem sucedido se pode tornar num desastre, sendo esse o caso do Stickbox que se propôs a criar uma engenhosa capa para smartphones que se podia transformar num selfie stick.


A ideia atraiu interessados suficientes para avançar com o projecto, mas não demorou muito para que as boas notícias fossem estragadas: ainda a campanha não tinha terminado e já havia lojas chinesas a vender um produto idêntico, a preço muito inferior ao que era pedido pelo criador da campanha. Dando origem a uma chuva de reclamações que acusam o projecto de ser fraudulento.


Não é a primeira (nem será a última) vez que vemos cópias chinesas de produtos das campanhas de crowdfunding chegarem ao mercado antes dos próprios projectos originais; mas não posso dizer que fique completamente convencido que tal tenha acontecido neste caso - pois parece-me difícil acreditar que alguém tenha visto o projecto e conseguido produzir o Stickbox e fazê-lo chegar às lojas em apenas uma semana (mas não digo que seja impossível, ou que a ideia já tivesse sido mostrada antes, e dado mais tempo para que as cópias surgissem).



Seja como for, também não nos podemos esquecer que há casos de campanhas de crowdfunding fraudulentas que se propõe a "criar" novos produtos... que vêm a ser coisas que já estão a ser produzidas na China e que o projecto apenas tenta vender com uma generosa margem de lucro em cima. No caso do Stickbox, mesmo que não seja este o caso, não ajudará que a entrega do produto, prometida para Maio (de 2016), esteja a ser sucessivamente adiada e que o mesmo ainda não tenha chegado à mão dos apoiantes do projecto.

Uma coisa é certa... para além da dificuldade de tornar uma boa ideia realidade, há que estar preparado para que um projecto bem sucedido possa ser arruinado pela capacidade de alguém na China se adiantar e fazer o mesmo produto mais rápido e mais barato.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]