2016/11/12

Facebook matou (e ressuscitou) todos os utilizadores


Numa altura em que o Facebook se está a comprometer a criar novas formas de combate a notícias falsas, eis que comete um dos seus maiores erros de sempre matando temporariamente todos os utilizadores.

Felizmente não se trataram de mortes reais, mas sim de um erro que fez surgir nas páginas de perfil de (todos?) os utilizadores a mensagem reservada às páginas de pessoas que morreram.

Sem dúvida que o erro terá surpreendido muitos utilizadores, incluindo os próprios utilizadores que tiveram o privilégio de ver, em primeira mão, o anúncio da sua morte sem saberem que estavam mortos (não será algo muito frequente, pelo que aproveitem enquanto podem); mas esquecendo a parte cómica de toda a questão, é uma situação que vem mostrar o potencial impacto que os erros os bugs podem ter na sociedade actual. Habitualmente já temos que lidar frequentemente com correntes virais falsas da morte de artistas ou individualidades... se hoje alguém decidisse ir confirmar a veracidade de tal coisa e se deparasse com a indicação de que realmente a pessoa estaria morta, serviria apenas para dar ainda mais validade a algo completamente falso.

... Resta-nos agora esperar pelas teorias da conspiração, que provavelmente poderão teorizar que efectivamente o Facebook nos matou a todos ontem, e que hoje somos todos simulações virtuais a correr dentro de uma mega inteligência artificial criada pelo Facebook! :)

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]