2016/11/03

Huawei revela Mate 9 com edição especial Porsche


Os fãs dos phablets que estivessem a aguardar pelo novo topo-de-gama da Huawei já podem finalmente saber com o que contar - e o nosso Luis Costa está na Alemanha a convite da Huawei para nos contar as novidades em directo.

O novo Mate 9 vem equipado com um ecrã Full HD de 5.9" mas mantendo as dimensões exteriores idênticas à de um iPhone 7 Plus com ecrã de 5.5", e dá uso a um CPU Kirin 960 que estreia os Cortex A73 e GPU Mali G71, com 4GB de RAM, bateria de 4000mAh, dupla câmara traseira (12MP RGB e 20MP monocromática), e sensor de impressões digitais que também serve como substituto dos três botões tradicionais dos Android (através de um toque curto, longo, ou gesto de deslizar).

Para quem procurar algo mais exclusivo, também temos uma variante "Porsche Design", que passa para 6GB de RAM + 256GB, e que opta por um ecrã de 5.5" (2560x1440) curvo nas margens à semelhança do S7/Note 7. No entanto, não será um modelo que se deva encontrar com facilidade, considerando que a Huawei o vai vender por 1395 euros! Felizmente a versão normal tem um preço mais digerível, de 699 euros.


Vai ser curioso ver que melhorias o novo sistema de câmara dupla deste Mate 9 traz em relação ao P9; e claro que, numa altura em que ainda estamos no rescaldo do incidente com os Note 7 da Samsung, a Huawei não deixou de perder algum tempo a referir o seu novo sistema de carga rápida da bateria (até 5A e carregando mais de 50% da bateria em apenas 30 minutos) com múltiplos pontos de segurança, e também que o Mate 9 consegue funcionar de forma bastante mais fresca que um Galaxy S7.




No lado do software o novo EMUI baseado no Android 7.0 surge retocado e prometendo algo inédito: ficar cada vez mais rápido à medida que o vamos usando - com a ajuda da inteligência artificial para se optimizar para o tipo de uso que lhe dermos. A Huawei refere melhorias de 8% ao fim de 10 mil horas de uso... o que será engraçado de ver se se confirma na prática.


[a versão Porsche talvez atraísse mais interessados se não tivesse  um "Posche Design" impresso na frente]

A acompanhar estes smartphones também temos um novo Huawei Fit, que promete manter registo da frequência cardíaca em tempo real e com autonomia para 6 dias - para além de funcionar como smartwatch para mostrar notificações e ajudar no registo da actividade.





3 comentários:

  1. que muldura nojenta é essa no relogio?
    eu nao entendo como lançam para o mercado relogios assim..... mais valia estarem quietos! ainda nao vi um smartwatch que me chame o interesse, ou sao grandes de mais, ou sao quadrados, ou tem mulduras nojentas... nao está facil

    ResponderEliminar

[pub]