2016/11/12

Porque motivo os smartphones são mais lentos que um portátil?


Hoje em dia temos smartphones com CPUs octa-core, a velocidades de mais de 2GHz, com 4GB e até 6GB de RAM... e então, porque motivo continuam a ser mais lentos que um portátil? É isso que é abordado numa interessante sessão do Chrome Dev Summit.

Alex Russel começa por falar das diferenças de carregar uma página web num computador e num smartphone, e de seguida aborda os motivos que ajudam a perceber as grandes diferenças que vão para além daquilo que o marketing nos tenta vender.

Na prática, mostra-nos que os smartphones raramente conseguem utilizar toda a sua potência "teórica" devido às limitações da energia disponível e da temperatura - isto aliado à sua optimização para tentar prolongar a autonomia tanto quanto possível, e que se esforça ao máximo por fazer com que o seu hardware esteja em modos de baixa energia. Nalguns casos, o simples acto de dar início a uma comunicação de dados pode representar quase 1 segundo de espera até que a ligação de rede esteja pronta a transmitir... e isso já ajudará a perceber porque motivo os smartphones não podem competir com computadores que têm dissipadores, ventoinhas, e ligação à rede eléctrica (ou baterias de muito maior capacidade).

São 30 minutos bem interessantes, que vão daquilo que se vê no ecrã ao que se passa no interior destas máquinas que conquistaram o mundo, e que convém estar a par para quem quiser optimizar a criação de conteúdos para dispositivos móveis.


6 comentários:

  1. Super interessante, mesmo para quem não domina o assunto. Obrigado

    ResponderEliminar
  2. Meu moto g3 trava o tempo todo, após lentos e td mais , jogos travam .. oq poderia fazer ??

    ResponderEliminar
  3. O gajo a falar do dissipador do computador deixou-me a pensar que o gajo é só mais um fato a ler dum teleponto e não alguém que sabe do que fala...

    ResponderEliminar
  4. Por isso eu sempre disse, que não quero saber se o telemóvel tem um Octacore ou 8Gb de Ram. Quero é usar e verificar aquilo que é na prática. As specs pouco ou nada me interessam.

    Quando se fala em specs dessas, só pergunto: Dá para deixar o computador em casa, trazer o telemóvel e começar a programar? Quando der óptimo.

    ResponderEliminar

[pub]