2016/12/06

Amazon Go é um supermercado sem filas que mostra as lojas do futuro


A Amazon muito tem optimizado o processo de compras, com coisas como a compra num só clique, entrega das encomendas no próprio dia; e agora um novo conceito de lojas Amazon Go onde se pode "sair sem pagar".

Algumas lojas têm explorado o conceito de checkout automático, mas isso normalmente traduz-se por algo ao estilo self-service, em que o próprio cliente tem que passar as encomendas no leitor e fazer o pagamento num terminal. Com este Amazon Go a loja passa a ser um espaço aberto, onde o cliente pode entrar, pegar naquilo que quiser, e sair - sem qualquer factor de atraso pelo meio.

Claro que não é por se entrar e sair "sem pagar" que os produtos não são pagos. Tudo aquilo em que se pegar será adicionado a um carrinho de compras virtual, com o valor total a ser debitado quando saímos da loja. Mas... sem os utilizadores andarem a passar os produtos num leitor, nem sequer no smartphone, como é que a Amazon sabe o que os clientes escolheram?

A Amazon diz que são utilizados diferentes sistemas, incluindo câmaras, sensores de proximidade, e muita inteligência artificial, de modo a saber isso - e nem sequer está esquecida a possibilidade do cliente pegar em algo mas voltar a pousá-lo na prateleira (sendo removido da nossa lista de produtos a pagar). Claro que no mundo real as coisas são mais complicadas, e será interessante ver como este sistema reagiria a pegar em produtos idênticos (mas diferentes) que estão posicionados lado a lado; assim como à eventualidade de alguém decidir devolver qualquer produto mas colocando-o numa prateleira errada de um produto completamente diferente.

... Por algum motivo nesta fase inicial esta loja Amazon Go funcionará de forma experimental e aberta apenas para funcionários da Amazon; mas não me custa nada imaginar que assim que todas as arestas estiverem limadas, serão cada vez mais as lojas que optarão por sistemas idênticos.

7 comentários:

  1. A ideia é interessante mas parece-me que a ideia das compras online com entrega em casa ou mesmo com entrega já embaladas num ponto de recolha tem mais futuro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, mas haverá sempre espaço para "lojas de conveniência", onde o próprio nome indica que poderá ser mais "conveniente" e prático passar-se lá pessoalmente. :)

      Eliminar
  2. Estou curioso é para saber se funcionaria no caso de produtos com peso variável, pelo menos pelo que se vê no filme provavelmente nem sequer vão ter produtos à venda assim.

    ResponderEliminar
  3. Se isto for realmente eficaz, é espectacular.

    ResponderEliminar
  4. Tudo muito bonito é e os postos de trabalho?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Poderão ser dedicados a coisas mais produtivas e que não impliquem ficar a passar produtos num scanner e potencialmente aturar clientes anormais 8h ou mais por dia. :)

      Eliminar
  5. Conheço varias pessoas que actualmente já usam este método de compras em lojas tradicionais. ;-)

    ResponderEliminar

[pub]