2016/12/24

Colecção de Hot Wheels vale mais de 1 milhão de dólares


Estamos em época natalícia propícia a falar de brinquedos, e nesse tema enquadram-se também aqueles que levam isso ao limite, como é o caso de Bruce Pascal, cuja colecção dos pequenos carrinhos Hot Wheels está avaliada em mais de 1 milhão de dólares.


Brincar com "carrinhos" é uma das actividades mais comuns entre os pequenitos - e ainda mais o era no tempo em que não se tinha internet, ou nem sequer um ZX Spectrum. Mas se para uns essa actividade foi arquivada nas memórias (sendo apenas ressuscitada no caso de se terem filhos), para outros isso é algo que nunca os abandona.

Bruce Pascal tem vários milhares de pequenos Hot Wheels, numa colecção que provavelmente supera a da própria Mattel e onde podemos encontrar o mais valioso Hot Wheel, avaliado em cerca de 150 mil dólares (uma carrinha VW cor-de-rosa - podem sempre ir abrir os caixotes onde armazenaram os brinquedos, para ver se têm lá um jackpot! :)

Pessoalmente, nunca achei piada aos Hot Wheels, e não é por não gostar de "carrinhos"... O que se passa é que considerava os Hot Wheels como sendo as versões mais "foleiras" face aos carrinhos da Matchbox. :)


Como curiosidade: a esposa do senhor que inventou os Hot Wheels foi a inventora da Barbie... É o que se pode chamar um casal danado para a brincadeira! :)

2 comentários:

  1. Matchbox americana, majorette francesa e a siku alemã, eram carros muito mais fieis ao nossos gostos. Os hotweels eram mais para o público americano que cresceu com os hotrods, coisa que na europa não bate...

    ResponderEliminar
  2. Totalmente de acordo com o nelmindo. Aquelas miniaturas de carros americanos não me traziam identificação com a realidade... Pode parecer estranho, mas em miúdo, uma das coisas que mais pica me dava era brincar com carros idênticos aos que passavam pela rua à minha frente. Certa vez vi um simples Ford Escort dos anos 1980s da Matchbox (que acho que era britânica) e fiquei pasmado com aquela perfeição de miniatura.

    ResponderEliminar

[pub]