2016/12/28

Game of Thrones mantém liderança nas séries mais pirateadas de 2016


Nos balanços de final de ano, o Game of Thrones volta a obter um troféu que os produtores certamente não desejariam: o da série mais pirateada nos torrents, pelo quinto ano consecutivo.

Embora este ano tenha havido um novo pretendente ao primeiro lugar, a verdade é que os relatos iniciais tinham sido exagerados e o The Grand Tour ainda está longe de superar o domínio do Game of Thrones e muitas outras séries populares. Pode, no entanto, dar-se por contente por conseguir entrar na tabela do Top 10 das séries mais pirateadas de 2016, ficando na 10ª posição.

  1. (1) Game of Thrones
  2. (2) The Walking Dead
  3. (…) Westworld
  4. (5) The Flash
  5. (4) Arrow
  6. (3) The Big Bang Theory
  7. (7) Vikings
  8. (…) Lucifer
  9. (10) Suits
  10. (…) The Grand Tour

No topo da tabela encontramos dois repetentes que mantêm a posição do ano anterior, Game of Thrones e The Walking Dead. No terceiro posto temos a grande estreia do ano, Westworld, que contagiou o público com os seus puzzles enigmáticos que puseram uma vasta comunidade na internet a tentar decifrar todos os seus detalhes (umas vezes com sucesso, outras vezes nem por isso.)

A seguir temos séries já bem conhecidas como The Flash, Arrow e The Big Bang Theory, sendo que esta última é a que mais desceu no ranking, caindo da terceira para a sexta posição; sendo que logo a seguir temos Vikings, mantendo a sétima posição do ano anterior. O trio final conta com duas novas séries e uma repetente: Lucifer, Suits e o já mencionado The Grand Tour.


O número de downloads via Torrents também se arrisca a deixar de ser um indicador claro para a "pirataria", já que muitas pessoas se têm convertido à facilidade dos serviços de streaming (tanto os legais, como - para este efeito - os ilegais). Mas ainda assim tem-se notado a tendência de que também os piratas têm tido um apetite por maior qualidade, com os downloads de qualidade 720p e 1080p a começarem a ser os preferidos, face aos 480p que eram suficientes noutros tempos (o acesso a ligações com maior velocidade também contribuirá para isto.)


Enquanto isso, continuamos a aguardar pelo dia em que qualquer pessoa no mundo possa ter acesso aos mesmos conteúdos que qualquer outra pessoa, independentemente do país onde estiver e sem a necessidade de subscrever serviços exclusivos. Algo que infelizmente nem os serviços pagos conseguem fazer...

1 comentário:

  1. Não é só a qualidade (720p e 1080p). As legendas também melhoraram muito - no Game of the Thrones as do Marco da Casa Bitaites são impecáveis.

    Quanto à pirataria é assim:
    - Cá por casa há um fã da Guerra dos Tronos em DVD. Mas tirando o facto de estarem atrasados uma série (quando começa uma nova põem à venda o DVD da anterior) já ocupam um espaço considerável. Se o DVD é um suporte ultrapassado para filmes, para séries, longas, não dá mesmo.
    - Subscrevo o Netflix, mas a série é da HBO. Não há $ para subscrever os serviços de conteúdos todos.
    É pá, se arranjarem uma subscrição para todos esses serviços - em que os conteúdos em PT não seja uma parte reduzida dos que existem para os EUA e que não seja muito mais cara que o Netflix adiro. Entretanto os meus agradecimentos ao Marco.

    ResponderEliminar

[pub]