2017/01/23

Chromebooks de 2017 em diante passam a correr apps Android


Há muito que a Google tem tentado aproximar o Android e o ChromeOS, mas agora isso passa a garantia, com o anúncio de que todos os novos Chromebooks poderão correr apps Android.

Actualmente já é possível correr apps Android nalguns Chromebooks, mas o número de portáteis suportados é extremamente reduzido (o Chromebook Flip da Asus, o R11 da Acer e o Pixel de segunda geração da Google). Agora, fica confirmado que todos os Chromebooks lançados a partir de agora também terão acesso à Play Store e apps Android, assim como algumas dezenas de Chromebooks no mercado, dos mais variados fabricantes: Lenovo, Asus, Acer, Toshiba, Dell, Samsung, etc.

Infelizmente, esta confirmação serve também para a parte negativa... de todos os Chromebooks que não irão ter suporte para correr apps Android, e que estranhamente incluem também o Chromebook Pixel original - que mesmo já estando a caminho dos quatro anos de existência, continua a ter hardware bastante superior ao da maioria dos Chromebooks actuais. Teria sido um bonito gesto da Google para com todos aqueles que tinham confiando no seu primeiro portátil de luxo... (sendo algo caricato que a Google diga que garantirá actualizações do Chrome OS até 5 anos após o lançamento do Chromebook.)

Olhando para o futuro, o que interessa é que deste ano em diante a plataforma Chrome OS ganha o grande trunfo de ter acesso à Play Store e apps Android, e isso vai torná-la ainda mais atractiva. Se quisermos fazer um pouco de "futurologia", poderíamos até dizer que este era um pequeno primeiro passo para, num futuro algo distante, vir a apresentar o ChromeOS/Android como alternativa mesmo para os computadores desktop.

Afinal... se temos milhões de jovens a usar Chromebooks nas escolas... é apenas natural que se sintam mais predispostos para continuarem a usar o que já conhecem.

3 comentários:

  1. A pergunta a fazer é: por que razão não há chromebooks à venda em Portugal?... (ou há?)

    ResponderEliminar
  2. Porque continuar apostar no Chrome OS e no Android OS quando só poderia ser um só? Os Chromebooks agradeciam, ao Pixel C funciona razoavelmente.

    ResponderEliminar

[pub]