2017/01/23

Rádio Popular está a vender iPhones usados como novos?


Quem comprou um iPhone na Rádio Popular achando que fez um excelente negócio poderá querer verificar a sua compra certificando-se que o iPhone é realmente novo, pois há queixas de que esta loja está a vender iPhones usados como novos.

Quem compra um iPhone novo espera que o seu smartphone seja realmente novo, mas parece que não é isso que está a acontecer com alguns clientes que compraram os seus iPhones na Rádio Popular. Quando estas pessoas tentaram activar a garantia junto da Apple, descobriram que afinal o seu iPhone já estava fora do período da garantia, sendo bastante mais antigos do que a sua data de compra faria prever.

A Rádio Popular diz que estes modelos foram vendidos como sendo iPhones recondicionados - e a verdade é que a Apple (e várias lojas) os vendem - mas os clientes dizem que não é o caso, e que há até situações em que o IMEI do iPhone nem sequer coincide com o que vem apresentado na caixa. Importa esclarecer esta situação quanto antes, pois senão a Rádio Popular arrisca-se a ver a sua reputação afundar-se que nem uma pedra (sendo que, na opinião de alguns, a mesma já não será muito boa.)

Para todas as pessoas que recearem estar em situação idêntica, quer tenham comprado um iPhone na Rádio Popular ou noutras lojas, nada como verificarem o número de série dos seus iPhones na Apple e assim já saberão oficialmente se o mesmo ainda está dentro do período de garantia.

5 comentários:

  1. Peço desculpa pelo off-topic mas interessará a todos os que abominam esta nova forma de escrever (e agradecem ao autor deste blogue que não segue essa linha):

    Petição do manifesto:
    http://peticaopublica.com/mobile/pview.aspx?pi=acordoortografico90

    Apresentação do manifesto com mais de 100 individualidades:
    https://www.publico.pt/2017/01/23/culturaipsilon/noticia/cidadaos-contra-o-acordo-ortografico-de-1990-1759324

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já tinha referência a isso preparada para as notícias do dia. :)

      Eliminar
  2. Declaração de interesses: não tenho nenhum interesse ou desinteresse na Radio Popular. Tenho comprado por igual, depois de comparar os preços, na Worten, na Radio Popular e na Media Market.

    Do que percebi, a Radio Popular vendeu, durante um certo período iPhones "refurbished", identificados como tal. A duas pessoas foram vendidos como novos. Penso que tenha sido um engano.

    P.S. Uma das três já me entregou em casa um plasma de 55" de exposição, que podia estar ininterruptamente há meses, como sendo novo. Pela embalagem era perfeitamente evidente. Se estivesse só uma empregada, como às vezes acontece, tinha passado. Assim até o pessoal da entrega reconheceu. Mas nada impede que o tenham levado para a loja, embalado devidamente, e entregarem-mo outra vez. Isto para dizer que nas lojas se passam coisas que não são meros enganos.

    ResponderEliminar
  3. Sem querer estar a defender ninguém, muito menos grandes superfícies, acho que era grave demais que uma empresa desta dimensão montasse um esquema assim para enganar pessoas, que se realmente fosse em larga escala, penso que teria afectado mais do que as 2 ou 3 pessoas que referiram na reportagem da RTP(corrijam-me se estiver enganado, mas foi essa a quantidade de queixosos referida).
    Uma vez que os IMEI da caixa de dos Iphones não batiam certo, não terá sido um engano que levou à troca de caixas na loja, por exemplo de artigos que estavam em exposição, ou seja 2 pessoas ficaram com um novo comprado como recondicionado, e a outras 2 terá acontecido o inverso?
    Como é natural, não apareceu nenhuma a queixar-te de ter ficado com um novo, que comprou mais barato do que era suposto :)

    ResponderEliminar
  4. É uma prática há muito usada na Rádio Popular com vários tipos de equipamentos electrónicos.
    No caso das consolas, posso falar por experiência, que quando comprei a 360, ela vinha embalada tal e qual nova, mas quando abri e liguei, já trazia uma conta criada.

    ResponderEliminar

[pub]