2017/01/11

Verizon vai desligar clientes "ilimitados" que gastem mais de 200GB por mês


O chamariz do tráfego ilimitado só funciona para as operadoras quando os clientes não usam aquilo pelo que estão a pagar; quando o fazem, arriscam-se a ser desligados, como a Verizon vai fazer com os clientes mais gastadores.

A Verizon tem vindo a "dar o corte" a clientes que ainda mantêm alguns tarifários antigos com tráfego ilimitado. Depois de o ter feito para os clientes que gastavam mais de 500GB por mês chega agora a vez dos clientes que usem mais de 200GB por mês.

A operadora norte-americana aconselha os clientes a mudarem-se para um dos novos tarifários limitados (onde a maior opção é um plano com 100GB de dados, por uns pouco apetecíveis $450/mês, cerca de cinco vezes mais do que pagarão actualmente pelo antigo plano ilimitado) ou então serão simplesmente desligados.

Como sempre, o que mais nos chateia nestes casos não é o facto de eles definirem os limites e preços que bem entenderem, mas sim o facto de virem alterar as condições dos contratos sempre que lhes apetece. Por cá bem temos lidado com os aumentos de preço bem superiores aos da inflação e sem que sejam dados quaisquer justificações válidas (do lado do operador tudo encaixa na cláusula de que é para "benefício do cliente")... mas nada os impede de também decidir aplicar limites de tráfego mais reduzidos, ou qualquer outra coisa que se lembrem fazer; talvez aplicar uma nova taxa pelo desgaste que os fotões na fibra óptica, ou coisa do género.

O que é certo é que com medidas como estas da Verizon, estamos precisamente a seguir no caminho oposto ao que se desejaria. Em vez de aproximarmos os tarifários de dados móveis dos patamares de despreocupação que se tem nas ligações fixas, vemos os tarifários ilimitados a desaparecerem e ficarem cada vez mais limitados.

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  2. Nos dias de hoje, 200GB não dão nem para tapar a cova de um dente...
    O que acontece é que nos EUA, muita gente deixou de ter serviço de Internet em casa e passou a pendurar tudo num único plano móvel.

    Estava-se para ver quando é que este tipo de coisas iam acontecer...

    ResponderEliminar

[pub]