2017/03/19

Aeroportos do futuro terão pistas circulares?


Estamos habituados a ver os aviões aterrarem e descolarem de longas pistas rectas, mas há que proponha a criação de pistas circulares que poderão ser bastante mais eficientes.

A ideia de criar pistas circulares para os aviões pode parecer demasiado "maluca", mas aparentemente já foi testada em simulações com resultados positivos. Em primeiro lugar, o facto de se tratar de uma pista circular significa que um avião pode fazer a aproximação a partir de qualquer direcção e também descolar em qualquer direcção, e ao mesmo tempo garantir que pode usar a direcção do vento a seu favor.

Com um diâmetro de 3km, a pista permitiria também que todas as infraestruturas do aeroporto ficassem circunscritas pelo próprio círculo da pista; e a qualquer momento a pista poderia ser usada por até três aviões em simultâneo.

... Com a necessidade sempre crescente para os transportes aéreos, talvez um aeroporto assim se torne realidade mais depressa do que se imagina...

6 comentários:

  1. Não funciona. Basta pensar na relação de forças centrífuga/centrípeta ao levantar voo e aterrar. O reforço que teria de ser feito nos trens de aterragem exteriores, o problema físico de termos a asa exterior a deslocar-se mais rapidamente que a asa interior. Não digo que não seja possível fazer levantar e aterrar um avião em círculo, mas como manobra de último recurso, e nunca por sistema. É absurdo.

    ResponderEliminar
  2. Subscrevo as palavras do AJM. Não funciona.
    Para mais justificações e perceber o conceito aconselho a visualização deste video:
    https://www.youtube.com/watch?v=lQR9tWisXMo

    ResponderEliminar
  3. É uma ideia sem pé nem cabeça por várias razões:
    1) Sem uma cabeceira de pista os instrumentos que permitem o pouso com pouca ou nenhuma visibilidade seriam inúteis, pois dependem de uma posição exata e perfeitamente calibrada. Se o avião pode tocar o solo em qualquer ponto da pista esses instrumentos seriam inúteis.
    2) O tráfego aéreo seria um caos, pois não haveria sequenciamento das aeronaves, por causa da falta de referências.
    3) O projeto exigiria modificações em todos os aviões para incluir realidade aumentada e inteligência artificial para gerir as aproximações.
    4) Seria entre 10 e 70% mais caros que os aeroportos actuais.
    Enfim, é um delírio de um grupo de entusiastas e a BBC noticiou para ganhar views.

    ResponderEliminar
  4. Ninguem está a negar a existência da força centrifuga ou das leis de Newton. Na verdade os aviões já aterram em curva, com os constantes ajustes que o piloto vai fazendo. Sendo que é uma curva tipo zig zag. Se este tipo de pista permitir uma curva com raio maior do que os raios dos ajustes actualmente feitos, não percebo onde está a dificuldade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha-se para a imagem da pista com o avião e supondo que fizeram um modelo à escala, conclui-se que:
      - A pista é perfeitamente circular e uniforme
      - O avião para aterrar ou levantar dá pelo menos meia volta.
      Eu acho que:
      - Construir uma pista circular e uniforme é mais difícil de que uma pista(s) em uma (ou algumas) direção(ões).
      - Se com uma pista circular se pode escolher a melhor direção do vento no momento de aterrar, enquanto se percorre a pista a direção dos ventos inverte-se totalmente.
      - Qual é o relevé (inclinação da pista) para contrariar a força centrípeta? Se a pista for usada por vários tipos de aviões, com pesos diferentes e diferentes velocidades de aterragem e de descolagem existe o relevé compatível com todos? É que já fiz curvas com diferentes carros e velocidades e nem sempre a coisa é totalmente segura. Imagino que o melhor fosse um relevé muito acentuado, mas também estou a ver a asa do lado de baixo a tocar na pista antes do trem de aterragem.

      Agora, tudo depende da extensão da pista. E do piloto :)
      http://www.tvi24.iol.pt/sociedade/aeronave/video-airbus-da-tap-quase-com-a-asa-no-chao

      P.S. Eu vou usar o outro aeroporto :)

      Eliminar
  5. Vamos por partes. Este senhor está na Holanda no centro de pesquisa Certo? Presumo que seja Holandês assim só me falta saber que ERVA anda a fumar. Alguém tem ideia?
    Depois de ver o video da aterragem no mínimo perigosa pensou em elevar a fasquia e fazer o poço da morte mas em versão avião. termino com isto. Legalize

    ResponderEliminar

[pub]