2017/03/17

Google reduz 35% ao tamanho dos JPEGs


A Google há muito que vai procurando formas de reduzir o tamanho das imagens, sabendo-se que toda e qualquer redução representará uma poupança de muitos petabytes transferidos por dia, e agora apresenta-nos o seu último sistema que consegue reduzir o tamanho dos JPEGs em 35%.

Com o WebP a Google tentou lançar um novo formato de imagem mais eficiente, mas simultaneamente descobriu as dificuldades de tentar impor um novo formato num mundo muito fragmentado, onde nem todos se guiam pelos mesmos interesses. Isso impede que o WebP seja usado à escala global, e terá contribuído para que a Google apostasse numa táctica diferente.

Em vez de tentar convencer o mundo a usar um novo formato de imagem, este novo sistema limita-se a aumentar a eficiência de um formato já popular, o JPEG. Com o Guetzli, a Google criou uma ferramenta de compressão que é capaz de comprimir imagens JPEG de forma a ficarem 35% mais pequenas do que o habitual, e simultaneamente tendo uma qualidade visual aparente superior.

Isso foi feito criando novas regras de compressão, mas que são totalmente compatíveis com o formato JPEG, pelo que estas imagens de tamanho mais reduzido continuam a poder ser vistas tal como qualquer outro JPEG. O único senão é que o processo de compressão com este novo algoritmo é um pouco demorado do que com os sistemas normais, mas isso será um pequeno preço a pagar face à poupança de 35% nas transferências e armazenamento.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]