2017/03/11

Raspberry Pi com RetroPie dá-te acesso a todas as máquinas de jogos do passado


O Raspberry Pi é uma daquelas máquinas com potencialidades quase ilimitadas, e entre elas encontra-se a capacidade de poder tornar-se numa máquina de jogos que nos dá acesso a praticamente todas as máquinas e consolas do passado, graças ao RetroPie.

Não existem falta de guias sobre como poderão criar um sistema base do RetroPie, sendo que as peças essenciais são um Raspberry Pi (de preferência o RPI 3, devido à sua potência acrescida e WiFi e BT integrado), cartão micro SD, controladores (podem usar os da PS3/PS4/Xbox 360/Xbox One), teclado USB (para o processo de configuração - mas também podendo ser usado para os jogos), monitor/TV, cabo HDMI, e acesso a um computador para a preparação do sistema.

A lista de sistemas que o RetroPie emula é verdadeiramente impressionante, indo de sistemas como o Commodore 64 e Nintendo 64, ao GameBoy, Nintendo DS, Dreamcast, Amiga, PS1 e PS2, Sega Saturn, ZX Spectrum, Neo Geo, Wii, e muito, muito mais.

Depois o resto resume-se a encontrar as ROMs dos jogos pretendidos, coisa que como se poderá compreender, terá que ser feita "por conta e risco" de cada um; e, opcionalmente, rematar o projecto com uma caixa adequada. Alguns dos nossos leitores têm criado "bartops" de luxo para usar com o RPI, onde não faltam controladores de nível arcade com botões iluminados. Mas, mesmo que se limitem a usar uma caixa genérica do RPI que fica escondida atrás do televisor, e usem os controladores da consola que já tiverem por casa, podem ter a certeza que o nível de divertimento de revisitar aqueles velhos jogos clássicos será igualmente elevado.

O mais difícil será talvez decidir por que jogo começar... :)

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]