2017/04/03

Apple vai abandonar GPU PowerVR e fazer o seu próprio


A Apple está prestes a dizer adeus à Imagination Technologies, que até aqui tinha disponibilizado os GPUs PowerVR utilizados nos iPhones, e ao mesmo tempo começa uma guerra sobre propriedade intelectual.

O percurso da tecnologia PowerVR tem sido tumultuoso desde o início, e depois de ter perdido a batalha no segmento dos desktops, foi no sector mobile que teve oportunidade de demonstrar a sua eficiência superior face a outros GPUs. No entanto, o facto de ter como principal cliente a Apple, responsável por mais de metade da sua receita, deixa também a Imagination Technologies bastante vulnerável a tudo o que afecte os seus produtos... e que agora passa para um cenário de pesadelo, com a notícia de que a Apple deixará de precisar deles num prazo máximo de dois anos.

Os efeitos fizeram-se sentir desde logo, com as acções da empresa a caírem 65% num só dia. Do lado da Apple, a táctica não é nova e limita-se apenas a repetir o tipo de coisas que já fez no passado, quando começou a desenhar e criar os seus próprios CPUs (com base nos módulos ARM); e facilmente se percebe que agora o queira fazer também para o GPU. No entanto, a Imagination Technologies vai já ameaçando uma batalha, pois diz que a Apple não conseguirá fazer um GPU de raiz sem usar muita da informação confidencial a que teve acesso ao longo destes anos sobre os GPUs PowerVR.

Só o tempo nos irá responder a isso, mas se calhar ainda se vai chegar à conclusão que teria sido mais barato à Apple ter comprado a Imagination Technologies (como alguns rumores indicavam) do que arrastar toda esta situação para os tribunais.

2 comentários:

  1. Podem gritar o que quiserem...mas vai acontecer e provavelmente vão morrer pelo caminho...

    ResponderEliminar
  2. As ações caíram 65%?
    Estão a bom preço para a Apple comprar a empresa.

    ResponderEliminar

[pub]