2017/04/16

ESA mostra-nos onde estarão as estrelas daqui por alguns milhões de anos


Ao longo dos milénios temos recorrido às estrelas como pontos de referência para navegação, mas nem as constelações resistem ao passar do tempo, como nos demonstra a ESA numa simulação que mostra como se irão deslocar ao longo dos próximos milhões de anos.

O universo está em constante movimento, embora as escalas astronómicas do mesmo façam com que, da nossa perspectiva, as estrelas distantes pareçam estar completamente imóveis. Para nos facilitar essa percepção, a ESA simulou o movimento de mais de dois milhões de estrelas, para mostrar como o céu nocturno se irá transformar ao longo dos próximos milhões de anos.

Daqui por um milhão de anos (ou dois), os desenhos que tão bem conhecemos das constelações seriam completamente irreconhecíveis e teriam que ser substituídos por outros completamente diferentes.

... Nem mesmo o Universo escapa aos efeitos do tempo! :)e/


Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]