2017/04/26

Malware Falseguide na Play Store poderá ter infectado 2 milhões de utilizadores


A Play Store da Google volta a estar na mira dos atacantes, com investigadores a terem descoberto um novo malware aplicado a apps que se fazem passar por guias para jogos, e que obtinha total controlo sobre os seus smartphones.

Este malware Falseguide estava em várias dezenas de apps para Android na Play Store, que se faziam passar por guias para jogos como o FIFA Mobile, Terraria, World of Tanks, Subway Surfers, etc. mas que na realidade eram apenas o "isco" com o qual tentavam apanhar as vítimas. E parece que não eram poucas, com os investigadores a estimarem que este malware tenha infectado dois milhões de utilizadores.

Depois de infectado, o smartphone era integrado numa botnet e passava a apresentar publicidade extra, mas o sistema utilizado era bastante complexo e dava aos atacantes a possibilidade de fazerem praticamente tudo o que desejassem fazer com os smartphones de cada vítima. No entanto, há novamente que relembrar que, mesmo tratando-se de apps disponíveis na Play Store e que por isso poderiam inspirar maior confiança aos utilizadores, eram apps que só conseguiam levar a cabo os seus propósitos caso os utilizadores aceitassem em lhes dar as permissões exageradas que pediam.

Neste caso, estas apps pediam permissão para fazerem a administração total do equipamento, o que por si só seria suspeito em qualquer apps - e muito mais em apps que apenas deveriam ser informativas. Mas, isto também serve para demonstrar que grande parte dos utilizadores continua a aceitar e clicar tudo o que lhe aparece pela frente, sem sequer ter consciência do que isso pode implicar.


Por muito que as "app stores" tentem eliminar a presença de conteúdos indesejados, continuará a ser altamente recomendável (para não dizer essencial) que cada utilizador tenha o bom senso e o conhecimento mínimo necessário para se evitar meter em alhadas desnecessárias.

4 comentários:

  1. Commentários fan apple em 3....2....1....

    ResponderEliminar
  2. Não sabia que o telemóvel na imagem conseguia aceder à Play Store ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi o telemóvel usado para infectar a Play Store! :)

      Eliminar

[pub]